Fazer um seguro de viagem vale a pena?

Fazer um seguro de viagem vale a pena?

Fazer um seguro de viagem vale a pena? Eis uma das questões que tanta vez nos fazem. De referir que não somos especialistas em seguros e também nós tivemos uma certa dificuldade em responder a esta questão. Especialmente porque viajamos de mota e, além de ser considerado um transporte de risco (o que nos exclui da maioria dos seguros de viagem tradicionais), o seguro da nossa mota já têm a cobertura de assistência em viagem.

Daí surge a questão: estaremos a duplicar seguros/despesas? Valerá a pena fazer um seguro de viagem além do seguro da nossa mota? Nós concluímos que sim, e passamos a explicar porquê! Nunca saímos de Portugal para qualquer viagem, de mota ou não, sem fazer um seguro de viagem.

Seguro da nossa mota e/ou Seguro de Viagem

Sempre que viajamos para um determinado destino, estamos assegurados em termos de coberturas e capitais, em qualquer país que se encontre incluído na nossa carta verde. Caso o destino seja um país não incluído, será necessário pedir uma extensão territorial ao mediador, para o país em causa e pela duração pretendida. Daqui resultará uma nova carta verde, válida pelo período indicado e que nos dará as mesmas garantias de assistência em viagem do nosso país de residência.

Aqui, e no nosso caso, decidimos ler grande parte das Condições Contratuais do nosso seguro da mota, para conhecer exactamente (ou tentar) o que nele está incluindo, em que condições, exclusões e limites de capitais cobertos.

O mundo pouco claro das condições contratuais 

Entrar no mundo das 1001 páginas de Condições Contratuais das seguradoras é de enlouquecer qualquer um! São tantos os detalhes e as ressalvas, que no final ficamos com todas as dúvidas por esclarecer e mais 1001 novas que surgiram.

Sempre que recorremos aos mediadores com perguntas com exemplos práticos de variadas situações que poderão ocorrer, a resposta é vaga e do estilo: ”Normalmente sim!” ou: ”Depois se verá, mas não temos tido problemas!” ou ainda ” Terá que ser solicitada a aprovação da companhia de seguros”, etc! Estas respostas vagas não nos trazem tranquilidade e por isso, logo aqui, não duvidamos em fazer um seguro de viagem específico, onde temos a certeza de ter um atendimento permanente e eficaz! Afinal, quando estamos em viagem e problemas surgem, queremos resolvê-los rápido e com o mínimo de despesas, chamadas telefónicas e email’s, possível.

Consulte a sua tabela de condições da assistência em viagem da sua mota

Continuando nas Condições Particulares da nossa apólice de seguro da mota, chegamos à tabela que nos define as coberturas e limites de capitais cobertos por pessoa segura. No nosso caso em particular, tocam os sinais de alarme do nosso cérebro logo na primeira cobertura: Despesas médicas no estrangeiro, limite por pessoa segura: 6000 Eur.

Valores muito superiores de capitais quando se contrata um Seguro de Viagem

6000Eur? Se viajarmos pela Suíça, pela Noruega, EUA, por Marrocos, ou por qualquer outro país onde os hospitais são caríssimos, este valor facilmente se ultrapassa com qualquer picada de mosquito (e o João anda muita vez coma  viseira do capacete aberta)! E o excedente da factura, senão tivermos seguro de viagem, será pago do nosso bolso!

Um seguro de viagem específico pode ter limites de capitais de despesas médicas que chegam ao meio milhão de euros, ou até mesmo ilimitados e o da mota só 6000 Eur?! Quantos litros de gasolina estariam perdidos com esse prejuízo? Quantos menos quilómetros de felicidade faríamos para equilibrar as contas?

E ainda, quando se fala de pessoa segura, estará o pendura excluído? Dizem que não, se tiver protecção de ocupantes, mas não vejo isso  objectivamente esclarecido por escrito em nenhum lugar e aqui novamente a resposta dos mediadores não nos satisfaz: ” Depois depende da menina que atender na linha de apoio?!”. Muitas variáveis para nós, que gostamos de viajar tranquilos e achamos que aquilo que pagamos tem de ser claro e objectivo.

Reparámos também que, comparando novamente as tabelas de coberturas e capitais, um seguro de viagem apresenta sempre capitais superiores na maioria das coberturas e muitas coberturas adicionais que fazem a diferença a viajantes como nós. Prática de desportos de aventura (sim, pode apetecer-nos escalar uma montanha), necessidade de interrupção da viagem, acidentes, roubo, cancelamento de viagens (ferries, voos, etc), repatriamento e muitas outras coberturas válidas com toda a certeza para o segurado (independentemente de ser o condutor ou o pendura).

Por tudo isto e pelo valor simbólico do seguro de viagem quando comparado com o orçamento total, não achamos que valha a pena o risco e seguimos sempre o dito: ”O seguro morreu de velho!

Que seguro de viagem posso fazer?

Direccionado para viajantes aventureiros e independentes, com uma gama de planos que se enquadram em vários perfis, utilizamos o Seguro de Viagem da IATI desde que tivemos conhecimento desta empresa. Pelo nosso blogue encontrarão a caixa de divulgação da IATI. Além de recomendarmos o serviço somos utilizadores dele, pois por aqui nunca encontrarão sugerido algo que nós próprios não utilizássemos!

Vantagens dos seguros IATI

Central de Assistência 24h em Português que aceita chamadas a pagar no destino ou devolve o valor das chamadas.

✅Chat online onde pode falar com um assistente para tirar todas as dúvidas

✅Todas as despesas da assistência necessária sem franquias.

✅Pagamento directo das facturas em caso de assistência, sem necessidade de adiantamento de dinheiro.

✅Valores simbólicos (média 40 Eur/pessoa por 1 semana de viagem)

✅ Feedback positivo de grandes viajantes e clientes

✅ Seguro individual com todas as garantias para a pessoa segura (condutor e pendura)

Facilidade de contratar online

Como comprar um Seguro de Viagem da IATI?

Para comprar um seguro de viagem da IATI é só visitar o site aqui, indicar o país de residência, o país/países de destino, as datas da viagem e o numero de pessoas seguras. A partir daí obterá uma cotação imediata para os vários planos e porque é nosso leitor, ao seguir o nosso link (aqui) ou a caixa de pesquisa abaixo ainda obterá Desconto de 5%.

Iati seguros

Que plano melhor se adequa às minhas necessidades?

O IATI Mochileiro e o IATI Estrela, dependendo do custo de vida no país de destino são geralmente as nossas opções. As diferenças entre todos os planos apresentados são em termos de valores cobertos ou coberturas incluídas.

A listagem de comparação é facilmente consultada no momento da sua simulação para que possa decidir a que melhor lhe convém. Abaixo apresentamos o exemplo das possibilidades considerando uma simulação para 1 pessoa, 1 semana em Marrocos (valores finais entre os 20Eur e 50Eur):

Planos existentes:

IATI Básico | IATI Standard | IATI Mochileiro | IATI Estrela | IATI Estrela Premium

Fazer um seguro de viagem vale a pena?

Planos existentes incluindo desportos de aventura:

Fazer um seguro de viagem vale a pena?

O que mais precisa de saber sobre o seguro de viagem da IATI

♦Alguns dos planos acima, podem incluir uma opção de cancelamento adicional. Caso surja algum imprevisto, o cancelamento de estadias e transportes estará assegurado e será reembolsado. Esta opção fará apenas sentido caso faça as suas reservas de voos, hóteis e ferries antes de comprar o seguro ou nos 7 dias imediatamente após a compra. Caso contrário, não valerá a pena pagar por esta cobertura.

♦ Existe uma cláusula de exclusão para veículos de duas rodas a motor, nas condições particulares da IATI. Calma! Isto quer apenas referir-se à indemnização em caso de morte/invalidez e não às restantes coberturas incluídas no plano. Quer dizer que, em caso de algum acidente que resulte em morte/invalidez, todas as despesas (médicas, repatriamento, viagens, etc) estarão asseguradas com os capitais do plano escolhido, excepto a indemnização de 15.000 a 20.000Eur.

♦Ler muito bem a apólice do seguro contratado. É importante não ter dúvidas sobre o que estará  ou não incluído. Caso tenha dúvidas contacte a seguradora via email/chat antes de contratar o seguro.

♦Declare o valor do que está a levar consigo (equipamento fotográfico, pessoal, etc)

♦Certifique-se de quais actividades fará antes de escolher um dos planos da IATI. A maioria dos planos standard não cobrem actividades de risco e portanto será importante assegurar uma que se enquadre em viagens de moto. (Optamos geralmente pelo plano Mochileiros ou Estrela)

♦Durante a viagem, tire fotografias de tudo o que transporta. Bagagem, equipamento, objectos pessoais. Em caso de doença, acidente ou roubo mantenha os recibos de todas as despesas consequentes. Servirão como prova e ajudarão no processo de seguro.

Se gostou deste artigo e souber de alguém que também possa gostar, partilhe clicando no botão das redes sociais abaixo. Estará a ajudar-nos a divulgar e a continuar a nossa existência. O nosso muito obrigado desde já e boas curvas!

🗺️ A preparar a próxima viagem de mota?

♦Reserve as suas estadias através do Booking.com. Por lá encontramos sempre as melhores promoções e têm a facilidade de cancelamento gratuito.

♦Gostamos de viajar tranquilos. Como tal, em todas as nossas viagens além fronteiras, contratamos sempre um seguro de viagem que se enquadre no nosso perfil de viajantes aventureiros e independentes. Seja através da World Nomads ou da IATI encontrará boas opções para motociclistas. A IATI têm excelentes preços, atendimento em português e seguindo o nosso link ainda terá um desconto de 5%.

♦Sejam pequenas ou grandes travessias, se precisa de comprar uma viagem de ferry para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o DirectFerries.pt. Permite comparar os preços e horários das diferentes companhias e é por lá que encontramos os melhores preços.

Esta página contém links afiliados. Ao efectuar as suas reservas através destes links recebemos com uma pequena comissão. Não pagará mais por isso e estará a ajudar o blogue Quilómetro Infinito a continuar a sua existência. Muito obrigado!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: