Review dos pneus para mota Michelin Road 6 GT

Michelin Road 6 GT Review

Prontos para o review dos pneus Michelin Road 6 GT que equipam a nossa BMW R1200RT? Antes de começar esta nossa avaliação, é importante esclarecer que os pneus foram utilizados na nossa mota em estradas pavimentadas (autoestradas e estradas secundárias) e com a pressão recomendada no manual (diferente para com carga e sem carga). A sua utilização foi maioritariamente realizada com a mota com carga de bagagens e pendura, mantendo os cuidados fundamentais a ter com qualquer pneu.

Há anos que somos convictos fãs do modelo Michelin Pilot Road 4 GT que nunca nos desapontou. Não escondemos o desagrado com a performance do Michelin Road 5 GT, e aguardávamos com expectativa conhecer o desempenho dos seus sucessores: Michelin Road 6 GT. Agora, estamos a chegar ao fim do segundo par de pneus do mesmo modelo. Depois de milhares de quilómetros percorridos, consideramos já poder formar uma opinião justa acerca do real desempenho do Michelin Road 6 GT.

Michelin Road 6 GT Review
Pneus em montagem

Porquê os Michelin Road 6 GT e não Michelin Road 6

Esta é uma pergunta comum quando nos questionam acerca dos pneus que utilizamos na nossa mota. Porquê o modelo 6 GT e não 6. A resposta é simples: a nossa mota é de touring, de grande cilindrada e peso, e o modelo 6GT é o modelo concebido para tais características (GT = Gran Tourism).

Qual a diferença entre o 6GT e o 6? 

O Michelin Road 6 GT apresenta as mesmas características do Michelin Road 6 normal. Completando-o com mais algumas necessárias a uma mota de grande cilindrada e maior peso. Por isso, na construção do Michelin Road 6 GT é integrada uma faixa central mais reforçada. O chamado 2CT, confere ao pneu uma mistura mais rígida na zona central e mais macia na zona lateral do pneu. Esta tem o objectivo de diminuir um desgaste excessivo na faixa central, característico deste tipo de motas concebidas para muitos quilómetros com carga.

Road 6 Gt numa mota de touring
Road 6 Gt numa mota de touring

O que valorizamos quando escolhemos os pneus para a mota?

O que avaliamos na escolha de um pneu? Uma excelente aderência em piso seco e molhado, uma grande durabilidade sem perda de performance, ausência de ruídos e uma elevada confiança para enfrentar qualquer aventura.

Existe também factor económico que é sempre relativo. Um modelo pode até ser mais económico, mas se fizer menos quilómetros e/ou se a performance não for perfeita, rapidamente se tornam dispendiosos. Segurança em primeiro lugar e, portanto, sempre tivemos uma elevada atenção no momento da escolha do pneus para a nossa mota.

Apresentadas as principais questões que valorizamos aquando a escolha, passaremos de seguida a desenvolver o nosso feedback acerca da utilização dos pneus para mota Michelin Road 6 GT. 

  • Segurança
  • Durabilidade
  • Conforto
  • Custo
Review dos novos pneus Michelin
Michelin Road 6GT Review

Michelin Road 6 GT – Aderência ao piso seco e molhado = Segurança

Esta é para nós a principal característica que avaliamos quando escolhemos os melhores pneus para a nossa mota: a segurança que nos transmite a conduzir, em desempenho e aderência ao piso.

E o que dizer acerca do desempenho de segurança dos Michelin Road 6 GT? Que viajámos milhares de quilómetros durante semanas debaixo de chuva forte, e extremas condições de gelo e frio pela Noruega e não sentimos em momento algum o pneu a vacilar. Por esta viagem foram várias situações limite de intempérie que nos fizeram gritar dentro do capacete inúmeras vezes: obrigado Michelin! Obrigado por nos manteres agarradinhos à estrada!

Atravessámos estradas de má qualidade em alta montanha, em temperaturas negativas e rodeados de neve. Em dias em que o céu não deu tréguas, desabou sobre nós e sobre as estradas a percorrer. Foi por ali que fizemos o derradeiro teste a estes fabulosos pneus da marca francesa.

Michelin Road 6GT Review
Noruega com os Michelin Road 6GT
Viagem de mota à Noruega
Viagem de mota à Noruega

Muitas vezes nos perguntam: ” o que é sentir o pneu a vacilar?”. É sentir aquela escorregadela ligeira numa curva com uma humidade ou aquele rabiar desagradável da mota a fugir ao nosso controlo por falta de aderência. É impressionante que tenhamos atravessado o Círculo Polar Árctico e não o tenhamos sentido uma única vez! Mas a verdade é que não sentimos e lá nisso eu, a pendura, sou híper sensível ao assunto!

A primeira vez que tal aconteceu? Aos 16000 quilómetros de utilização a fazer as curvas do Loriga Pass, na Serra da Estrela! Haverá lá melhor lugar para acabar um pneu do que numa das melhores estradas de Portugal? Chegados ali às marcas de segurança e apenas nesta fase se sente uma perda de performance que nos leva a substituí-los. Bravo!

Marcas de segurança no pneu, como interpretar?

Esta é outra das questões que também nos colocam. O que são, e para que servem, as pequenas marcas que observamos nas ranhuras dos pneus? São as marcas de segurança que nos ajudam a saber qual o limite a partir do qual o pneu tem de ser substituído.

Ao longo da utilização, o pneu sofre naturalmente desgaste. As ranhuras vão ficando menos profundas e a diferença entre a superfície do pneu e a marca de segurança diminui. Diminui geralmente de igual forma a capacidade de aderência ao piso, pelo que quando esta marca fica “à superfície” do rasto sabemos que está na hora de trocar os pneus.

Por sua vez, quando o pneu não tem bom desempenho no que à segurança diz respeito, é possível que ainda tenha muito piso para gastar (não atingiu a marca de segurança) mas a perda de performance seja tal que o substituímos de imediato.

É importante referir ainda que, a condição para a troca de um pneu não se resume às marcas de segurança. Outros fatores como a idade, desgaste anormal, rasgos, furos, etc, também podem ser condição suficiente que implique a substituição de um pneu.

Pneu traseiro nas marcas de segurança.
Pneu traseiro nas marcas de segurança.

Michelin Road 6 GT – Durabilidade

  • Pneu traseiro: 16000 km
  • Pneu dianteiro: 16000km

Consideramos que no que à durabilidade diz respeito esta é uma excelente quilometragem. Importante referir uma vez mais que estes pneus estão a ser avaliados no uso de uma BMW R1200RT que viaja maioritariamente com carga de bagagens e pendura. Numa mota mais leve podem durar mais e numa mais pesada durar menos.

Para o tipo de estradas percorrido na Noruega, de piso rugoso e em mau estado, com restos de sal e outros materiais utilizados em zonas de neve no Inverno, parabenizamos uma vez mais os Michelin Road 6 GT pela grande durabilidade na nossa mota.

Michelin Road 6 GT – Custo

Os Michelin Road 6 GT são pneus de gama premium dos quais se esperam altas performances que justifiquem o investimento. Consideramos que o custo de um pneu está directamente relacionado com a sua durabilidade média em condições de segurança. Um pneu de 150 Eur que só faz 7000km, é caro quando comparado com um de 200Eur que faz 16000km. Porque nos obriga a trocar mais vezes, com toda a despesa e incómodos inerentes. Como tal, consideramos que os Michelin Road 6 GT valem cada cêntimo.

Ainda no que ao preço diz respeito, é importante compreender que o mesmo modelo de Michelin Road 6 GT tem preços distintos em função da mota onde vão ser montados. Características das motas, das jantes e seus tamanhos, resultam em orçamentos diferentes. Pelo que recomendo que  consulte o fornecedor habitual.

No nosso caso, e à semelhança do modelo anterior Michelin Road 5GT, estes pneus foram-nos fornecidos pela Michelin a quem agradecemos uma vez mais a confiança. Quando o João têm tempo e paciência, os nossos pneus são montados em casa. Caso contrário recorremos à nossa oficina de sempre: Pneutec Euromaster Leiria.

Calibração
Calibração dos Michelin Road 6 GT
Calibração dos Michelin Road 6 GT
Michelin Road 6GT

Michelin Road 6 GT – Conforto

Considerando o conforto, o pneu não apresenta ruídos e consegue filtrar muito bem as irregularidades da estrada sem perder a capacidade de dar um bom feedback na condução.

Conclusão

Os Michelin Road 6 GT são o último modelo da gama da Michelin, e superaram com distinção todos os desafios que encontraram ao longo de cerca dos milhares de quilómetros que percorreram connosco. Quando comparados com os Michelin Pilot Road 4GT, inúmeras vezes a nossa anterior aposta de sucesso, conseguimos concluir que melhoraram a performance e são agora os melhores pneus da marca. Não deixa de ser um duelo de titãs!

Com especial destaque para o desempenho nas condições ultrapassadas na Noruega. Um destino desafiante, ora entre chuva forte ora entre sol radioso, onde em cada quilómetro percorrido contámos com a segurança dos pneus que elegemos para a nossa mota de touring BMW R1200RT. Parabéns Michelin pelo modelo Road 6 GT.

BMW R1200RT com os Michelin Road 6 GT
BMW R1200RT com os Michelin Road 6 GT

Se gostou deste artigo e souber de alguém que também possa gostar, partilhe clicando no botão das redes sociais abaixo. Estará a ajudar-nos a divulgar e a continuar a nossa existência. O nosso muito obrigado desde já e boas curvas!

🗺️ A preparar a próxima viagem de mota?

♦Reserve as suas estadias através do Booking.com. Por lá encontramos sempre as melhores promoções e têm a facilidade de cancelamento gratuito.

♦Pagamentos no estrangeiro sem taxas e comissões? É fazer um cartão recarregável como o nosso! Abre grátis uma conta moey, por videochamada ou Chave Móvel Digital. Utiliza o nosso código e ganha 10 €. Começa logo a usar, sem custos e com cartão virtual e físico gratuito enviado para a morada de registo. Acede ao link aqui e associa o teu número antes de abrires conta.

♦Gostamos de viajar tranquilos. Como tal, em todas as nossas viagens além fronteiras, contratamos sempre um seguro de viagem que se enquadre no nosso perfil de viajantes aventureiros e independentes. Através da IATI encontrará boas opções para motociclistas. A IATI têm excelentes preços, atendimento em português e seguindo o nosso link ainda terá um desconto de 5%.

♦ Gostaria de fazer um dos nossos roteiros mas não tem mota? Ou prefere optar por alugar uma por uns dias? Utilize os serviços da Motorentour e encontrará uma frota de várias motas prontas para seguir uma aventura e uma equipa profissional  para dar solução às suas necessidades.

♦Sejam pequenas ou grandes travessias, se precisa de comprar uma viagem de ferry para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o DirectFerries.pt. Permite comparar os preços e horários das diferentes companhias e é por lá que encontramos os melhores preços.

♦Para alugar carro ou mota em qualquer destino, sugerimos o site de reservas Discover Cars. Uma plataforma que apresenta todas as opções e empresas disponíveis e tem facilidade e flexibilidade nas reservas.

Esta página contém links afiliados. Ao efectuar as suas reservas através destes links recebemos com uma pequena comissão. Não pagará mais por isso e estará a ajudar o blogue Quilómetro Infinito a continuar a sua existência. Muito obrigado!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

EnglishPortuguese
Quilómetro Infinito
%d bloggers like this: