A rota do Wild Atlantic Way, a Irlanda de Norte a Sul | Roteiro de 5 dias de viagem

Viagem de mota pela Irlanda: A Rota do Wild Atlantic Way

Com cerca de 2600 km de extensão, a rota do Wild Atlantic Way (o Atlântico Selvagem) é uma das estradas costeiras mais longas e espantosas do mundo. Prolonga-se desde a costa norte da Irlanda, na península de Inishowen, até à pitoresca cidade de Kinsale, no condado de Cork, no sul do país.

Do início ao fim, este é um percurso panorâmico que explora em detalhe as maravilhas da natureza, o poder indomável do oceano e a paisagem deslumbrante do país, em toda a sua diversidade. Atravessa coloridas e pitorescas aldeias ao longo da costa, monumentos da antiguidade e, por detrás de cada curva desta rota mágica, está uma nova delícia à nossa espera: gastronómica, histórica ou paisagística. 

O Oceano Atlântico, selvagem e com as suas temperamentais marés e tempestades, tem continuamente moldado a costa oeste da Irlanda ao longo dos séculos. De um constante encontro entre a terra e o mar, dele emergiu um terreno profundamente recortado, de falésias abruptas, praias e baías fascinantes, ilhas repletas de misticidade e uma paisagem que muda a cada dia. Sempre para algo incrivelmente belo.

Dingle, Wild Atlantic Way
Dingle, Wild Atlantic Way
Dingle, Wild Atlantic Way
Dingle, Wild Atlantic Way

Viagem de mota pela Irlanda, na Rota do Wild Atlantic Way

Apesar de ser feita de pequenas estradas, nem sempre nas melhores condições, esta é uma das rotas mais fascinantes que tivemos oportunidade de conhecer sobre duas rodas. Vindos da Irlanda do Norte, da Causeway Coastal Route, percorrer a rota do Wild Atlantic Way era o objectivo seguinte e, cada quilómetro percorrido, foi sinónimo de incontáveis momentos uau! O verde dos campos e o azul carregado do céu e do oceano são os tons dominantes., o cheiro é de mar. Sempre em torno de paisagens pastorícias por onde vacas e ovelhas pastam nos campos. Aqui, viajar de mota é fazer parte de um cenário majestoso.

Para o total da sua extensão, muitos mais seriam os dias que gostaríamos de ter dedicado ao Wild Atlantic. Dias infinitos de um passeio para se degustar devagar, devagarinho. Parando a cada instante para contemplar a brisa de todos os cantinhos maravilhosos que a rota do Wild Atlantic Way revela. Mas ao nosso jeito, elegemos algumas das melhores etapas desta rota e por ela nos perdemos num roteiro de 5 idílicos dias que agora partilhamos em detalhe.

Rota do Wild Atlantic Way : Slea Head
Rota do Wild Atlantic Way : Slea Head

Dia 1 –  Causeway Coastal Route (Irlanda do Norte) – Achill Island, Condado de Mayo  |  410 km (6 horas de condução em estradas secundárias)

Condado de Mayo

Iniciando a rota do Wild Atlantic Way pelo lado norte, e vindos da Causeway Coastal Route na Irlanda do Norte, a etapa até a Achill Island foi a primeira introdução ao percurso. Depois quilómetros de pequenas estradas, quase sempre à beira mar, terminámos o primeiro dia naquela que é a maior ilha da Irlanda acessível por terra. Para informação detalhada sobre os locais percorridos neste dia consulte aqui o nosso artigo já publicado.

Keem Bay, Ilha de Achill, Irlanda
Keem Bay, Ilha de Achill, Irlanda
White Cliffs of Ashleam
Wild Atlantic Way, White Cliffs of Ashleam

Locais a visitar:

  • Keel Beach
  • Dooagh Beach
  • Keem Bay
  • Slievemore, the deserted village
  • White Cliffs of Ashleam
  • Castelo Kildavnet e Castelo de Carraigahowley

Consulte aqui o Roteiro detalhado por Achill Island, Co Mayo

🛏️ Alojamento em Achill Island

Atlantic Breeze é um alojamento particular à beira mar situado, com parque de estacionamento privado e fechado, pequeno almoço caseiro incluído e uma anfitriã de excelente disponibilidade e simpatia. Clique para mais informações, ler reviews de outros hóspedes e reservar a estadia no Atlantic Breeze.

Dia 2 –  Achill Island – Westport – Doolough Valley – Connemara National Park- Omey Island – Sky Road Wild Atlantic – Glynsk  |  230 km (5 horas de condução em estradas secundárias)

A Irlanda é, a cada dia, um diamante bruto a explorar. Longe daqueles que são os locais mais procurados para visitar, e da azáfama turística que enche grande parte dos destinos mais sonantes, este foi um dia dedicado às pequenas estradas. Seguimos para os arredores do Connemara National Park, percorrendo o Doolough Valley e uma das estradas referidas no mundo motociclístico como uma das mais fantásticas do país.

Segue-se uma rota de miradouros, muitas vezes em percursos sem saída, ou de acessos que nos fazem duvidar se se tratam de estradas ou trilhos pedonais. Neles, os vestígios de pavimento fazem-nos avançar com confiança, mesmo com uma mota feita para percorrer asfalto.

A velocidade é reduzida, a estrada não é daquelas que nos desperta a adrenalina de conduzir sobre duas rodas, mas os locais atravessados alimentam-nos a alma e regalam-nos o olhar. E tudo parece ainda melhor porque estamos a vê-los através das viseiras dos nossos capacetes. Em pleno na Sky Road e claramente na estrada que nos leva ao ”céu”. Para informação detalhada sobre os locais percorridos neste dia consulte aqui o nosso artigo já publicado.

Kingstown Bay, Sky Road
Kingstown Bay, Sky Road
Kingstown Bay, Sky Road
Kingstown Bay, Sky Road
Doolough Valley, Wild Atlantic Way
Doolough Valley, Wild Atlantic Way

Locais a visitar

  • Doolough Valley
  • Killary Fjord
  • Abadia de Kylemore
  • Omey Island
  • Sky Road
  • Galway

Consulte aqui o roteiro detalhado pelo Doolough Valley e Connemara National Park, Co Galway

🛏️ Alojamento em Galway

Tigh Seoige Atlantic Shore é um alojamento local, situado à beira mar e ligeiramente afastado da grande cidade mais próxima (Galway). Na calmaria da região e com o mar à vista, é o local que muito recomendamos para uma estadia repousada, com parque privado, pequeno almoço incluído e excelentes anfitriões. Clique para mais informações, ler reviews de outros hóspedes e reservar a estadia no Tigh Seoige Atlantic Shore. 

Dia 3 –  Glynsk – Galway – Poulnabrone Dólmen – Cliff’s of Moher – Kilkee Cliff’s – Kilkee  |  240 km (4 horas de condução em estradas secundárias)

Condado de Clare

Saíndo de Galway, a colorida cidade portuária na rota do Wild Atlantic Way, seguem-se as estradas costeiras que nos levam à hipnótica paisagem calcária de The Burren. Uma zona rochosa, que neste local aflora em vastas áreas e se apresenta repleta de fissuras. Nas suas formas de erosão, encontra-se uma beleza natural atípica nas paisagens irlandesas. Por aqui, está o monumento megalítico mais icónico e antigo da ilha: o Poulnabrone Dólmen. 

Cliff’s of Moher é um dos locais mais conhecidos da Irlanda e um dos mais procurados pelos visitantes de todo o mundo. Se até então pelas estradas cruzar-se com vivalma era raro, nas proximidades das Cliff’s of Moher o cenário muda e o alarido em torno do local é notório a quilómetros de distância.

Pela nossa estadia na Irlanda, fomos brindados com um sol mágico e radioso mas, neste dia e neste local, o Atlântico Selvagem fez jus ao seu nome. Debaixo de chuva intensa, uma neblina cerrada e um vento a roçar o diabólico, passámos pelas Cliff’s of Moher sem parar para visitar o local, deixando assim uma bela desculpa para voltar à Irlanda. Afinal, suspeitámos que aquela neblina que nos impedia de ver o caminho, nos impediria também de ver as falésias!

De nome menos afamado mas com uma espectacularidade natural a merecer o destaque, foi nas Kilkee Cliff’s que, quilómetros à frente, o sol voltou a brilhar. Em torno de uma das estradas panorâmicas mais surpreendentes que encontrámos, o circuito pelo Loap Head, em Kilkee, termina nas falésias ainda pouco procuradas pelos visitantes, mas de dimensão impressionante.

Locais a visitar

  • Poulnabrone Dólmen
  • Cliff’s of Moher
  • Kilkee Cliff’s
  • Loap Head Kilkee

🛏️ Alojamento em Kilkee

Titlodge é um alojamento particular situado a uma curta distância a pé do centro de Kilkee, com parque de estacionamento privado e fechado, pequeno almoço caseiro incluído. Clique para mais informações, ler reviews de outros hóspedes e reservar a estadia no Titlodge.

Dia 4 –  Kilkee – Conor Pass – Dingle – Slea Head – Killarney |  250 km (5 horas de condução em estradas secundárias)

Condado de Kerry

Nesta etapa da rota do Wild Atlantic Way, a península de Dingle é o ponto alto do dia. Por lá o Conor Pass e a rota de Slea Head em torno das falésias à beira mar, oferecem rotas panorâmicas curvilíneas de olho no mar translúcido. Multiplicam-se as baías rodeadas de rochedos e praias de areia branca, na sua maioria acessíveis apenas por barco, tendo em conta a dimensão do abismo que separa a estrada dos seus areais. Para informação detalhada sobre os locais percorridos neste dia consulte aqui o nosso artigo já publicado.

Conor Pass
Wild Atlantic: Conor Pass
Conor Pass
Conor Pass
Rota do Wild Atlantic Way : Slea Head
Slea Head

Locais a visitar

  • Conor Pass
  • Slea Head Drive
  • Coumeenoole Beach
  • Inch Beach,
  • Minard Castle

Dica:

⛴️Ferry Killimer ⇒ Tarbet

A saída de Kilkee em direcção a Killarney por estrada, é feita através da passagem na grande cidade de Limerick a uma distância significativa de ambas. A poucos quilómetros de Kilkee, existe a rota de ferry que minimiza esta distância através de um percurso via mar que demora cerca de 15 min e custa cerca de 10 Eur para a mota, condutor e pendura. Comprámos os bilhetes no local sem dificuldade, no entanto se optar por comprar online com antecedência terá um desconto adicional. Consulte aqui os horários e preços das travessias.

🛏️ Alojamento em Killarney

Killarney é o ponto de partida para um dos mais conhecidos locais na Irlanda: Ring of Kerry. Foi pelo The Harp B&B, que ficámos hospedados por duas noites tendo Killarney como ponto de partida para as etapas seguintes. Este alojamento, localizado a cerca de 10 min de caminhada do centro da cidade, tem parque privado e fechado para a mota, requisito para nós fundamental. Clique para mais informações, ler reviews de outros hóspedes e reservar a estadia no The Harp B&B.

Dia 5 –  Killarney – Tour Ring Of Kerry – Killarney |  230 km (5 horas de condução em estradas secundárias)

Condado de Kerry

No Ring of Kerry (Anel de Kerry) e no Killarney National Park, encontrámos a rota panorâmica mais procurada do país. Aquela com destaque mundial e referência em todos os circuitos pela Irlanda. Com uma beleza natural grandiosa, rodeada por fascinantes monumentos naturais e arquitectónicos, por lá encontrámos um dos locais mais belos de sempre, que nos ficará cravado na memória para sempre: Gap of Dunloe.

Esta é uma etapa circular, com partida e chegada a partir de Killarney, em jeito de tour pelo famoso anel de Kerry e paragem nos seus locais mais mediáticos. Para informação detalhada sobre os locais percorridos neste dia consulte aqui o nosso artigo já publicado.

Viagem de mota à Irlanda - Gap of Dunloe
Viagem de mota à Irlanda – Gap of Dunloe
Viagem de mota à Irlanda - Gap of Dunloe
Viagem de mota à Irlanda – Gap of Dunloe
Ring of Kerry
Ring of Kerry

Locais a visitar

  • Muckross House and Castle
  • Torc Waterfall,
  • Gap pf Dunloe
  • Molls Gap
  • Ballaghisheen Pass
  • Valentia Island
  • Kerry Cliffs Portmagee
  • Ballinskelligs Castle
  • Sneem

Informações práticas para visitar a Irlanda

Moeda: Euro

Multibanco (ATM): Existem em abundância por todas as grandes cidades e permitem o levantamento com cartões de crédito e débito. Escolha aqueles que não cobram taxas de levantamento, geralmente com essa informação disponível em torno da caixa. As comissões de levantamento dependem do seu banco. Informe-se no seu balcão antes de viajar. Os cartões de crédito e débito podem ser utilizados em praticamente todos os locais.

Capital: Dublin

Fronteiras: Fronteira física com a Irlanda do Norte (sem controlo de fronteira)

Fuso Horário: GMT

Língua oficial: Inglês

Condução: Lado esquerdo da estrada

Quando ir: A Irlanda possui um clima temperado marítimo imprevisível em todas as épocas do ano. Afinal, o país é parte de uma ilha no meio do Oceano Atlântico. A média da temperatura durante o dia em Dublin ronda os 7ºC em Janeiro e 18ºC em Julho. As chuvas são frequentes mesmo nos meses de Verão. Aconselham-se os meses entre Maio a Setembro para uma viagem de mota pelo país.

O que vestir: Apesar do sol radioso que se faz sentir em alguns dias de Verão, o clima na Irlanda é frio e chuvoso em muitos dias. Pelo que o vestuário recomendado será roupa de Inverno. Consulte aqui o nosso artigo:

Andar de mota no Inverno | Roupa quente e impermeável, o que vestir?

Custo de vida pela Irlanda:

Alojamento: Procuramos sempre alojamentos simples, cama confortável, com boas condições de limpeza, parque seguro para a mota e pequeno almoço incluído. Para estas circunstâncias, as melhores opções pela Irlanda são sem dúvida os alojamentos particulares. Com preços médios entre os 50Eur a 70Eur por noite, facilmente quer pelos locais mais remotos, quer pelos mais movimentados, encontrará opções dentro destes valores. Para garantir as melhores tarifas, sugerimos a reserva com antecedência. Consulte aqui o nosso artigo já publicado.

Refeições: Uma refeição num restaurante custa em média 10 Eur a 15 Eur por pessoa (entradas, sopa, prato principal, sobremesa e bebidas), apesar de existem locais onde os valores se tornam superiores, fugindo dos centros urbanos e dos locais mais frequentados, encontrará refeições de melhor qualidade a preços mais agradáveis. Se optar por comidas do estilo snacks e fast food, estes valores tornam-se inferiores e encontrará inúmeras opções a rondar os 5 Eur por pessoa.

Transportes:

As viagens de ferry existentes, as inúmeras opções para chegar à Irlanda de mota a partir de Portugal e os custos envolvidos nas várias opções:

Como chegar à Irlanda de mota? Opções, preços e dicas de transportes

Mapa do Percurso, Locais de Interesse e Alojamento na Rota do Wild Atlantic Way

Para consultar o mapa em detalhe, clique sobre ele ou utilize o canto superior direito para abrir directamente na página do Google Maps. Poderá fazer o zoom necessário para ver a rota em pormenor ou exportar para o GPS como preferir. Clicando no canto superior esquerdo, é também possível ler a legenda do mapa em detalhe. Aqui incluem-se as seguintes informações:

  • Locais de interesse histórico e natural
  • Restaurante
  • Alojamento

Total de quilómetros do percurso : 1600 km

Tempo mínimo sugerido: 5 dias

Enquadramento no roteiro de viagem de mota pelo Reino Unido e Irlanda:

⬅️ Etapa anterior: Irlanda do Norte – Causeway Coastal Route | Irlanda do Norte

➡️ Etapa seguinte: Ferry Irlanda – França

Outros artigos já publicados sobre uma viagem de Portugal ao Reino Unido e Irlanda.

Se gostou deste artigo e souber de alguém que também possa gostar, partilhe clicando no botão das redes sociais abaixo. Estará a ajudar-nos a divulgar e a continuar a nossa existência. O nosso muito obrigado desde já e boas curvas!

🗺️ A preparar a próxima viagem de mota?

♦Reserve as suas estadias através do Booking.com. Por lá encontramos sempre as melhores promoções e têm a facilidade de cancelamento gratuito.

♦Gostamos de viajar tranquilos. Como tal, em todas as nossas viagens além fronteiras, contratamos sempre um seguro de viagem que se enquadre no nosso perfil de viajantes aventureiros e independentes. Seja através da World Nomads ou da IATI encontrará boas opções para motociclistas. A IATI têm excelentes preços, atendimento em português e seguindo o nosso link ainda terá um desconto de 5%.

♦Sejam pequenas ou grandes travessias, se precisa de comprar uma viagem de ferry para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o DirectFerries.pt. Permite comparar os preços e horários das diferentes companhias e é por lá que encontramos os melhores preços.

Esta página contém links afiliados. Ao efectuar as suas reservas através destes links recebemos com uma pequena comissão. Não pagará mais por isso e estará a ajudar o blogue Quilómetro Infinito a continuar a sua existência. Muito obrigado!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: