Roteiro de mota pela Andaluzia – Pelas estradas do Sul de Espanha

Roteiro de mota pela Andaluzia. Serra de Grazalema.

Roteiro de mota pela Andaluzia. Pelos recantos da Ibéria

Rumo ao Sul de Espanha num roteiro de mota pela Andaluzia. Montanhas, património, boa mesa, arquitectura e boas estradas. Um recanto Ibérico com tudo o que se procura para um passeio em duas rodas.

Dividindo a fronteira com Portugal, está a Andaluzia, bem localizada na vizinhança e a apelar a uma viagem de mota. Apenas algumas horas de viagem nos separam da lendária região de herança árabe em terras espanholas. Uma mistura única que a torna tão característica!

Fomos à sua descoberta percorrendo os seus povoados antigos e cidades que herdaram a riqueza de cada povo que por lá habitou. Alternámos um pequeno percurso por entre as vibrantes cidades e as pequenas aldeias caiadas de branco adormecidas na sua sossegada existência.

Sempre em redor de montanhas cheias de estradas curvilíneas que as contornam por entre florestas. De origem calcária, por lá as cores variam entre o branco dos rochedos, o dourado do Verão e o verde do Inverno nas longas planícies e colinas.

Definimos um pequeno roteiro para 4 dias de viagem com cerca de 1600 km por terras espanholas. Visitámos alguns dos locais mais fabulosos da Andaluzia e partilhamos tudo!

Roteiro de mota pela Andaluzia em A-372 Grazalema. A melhor estrada da Ruta de los Pueblos Blancos
Roteiro de mota pela Andaluzia em A-372 Grazalema. A melhor estrada da Ruta de los Pueblos Blancos
Na Ruta de los Pueblos Blancos. Em Arcos de la Frontera
Na Ruta de los Pueblos Blancos. Em Arcos de la Frontera

Por entre Sevilha e a Ruta de los Pueblos Blancos

Sevilha, a capital da Andaluzia, das Tapas e do Flamenco

Fundada inicialmente como cidade romana nas margens do Guadalquivir, é hoje um agitado centro urbano de distinto centro histórico. Estacionámos a mota no centro e dedicámos algumas horas a percorrer as suas ruas e ruelas entre as maiores atracções da cidade.

Repleta de monumentos e heranças de diferentes estilos arquitectónicos, destacam-se no gótico a Catedral de Sevilha da qual a Torre do Giraldo se eleva em direcção ao firmamento e o Real Alcázar de Sevilha de arquitectura Islâmica. Este último, um conjunto de palácios de enorme riqueza, assente numa harmoniosa mistura de elementos, que lhe conferem o seu grandioso charme. Recomenda-se um passeio por entre as suas salas de belas arcadas, mosaicos cheios de cor, jardins e pátios com laranjeiras de disposição encantadora.

De mota pela Andaluzia. No Real Alcázar de Sevilha.
Roteiro de mota pela Andaluzia. No Real Alcázar de Sevilha.
De mota pela Andaluzia. No Real Alcázar de Sevilha.
Roteiro de mota pela Andaluzia. No Real Alcázar de Sevilha.
De mota pela Andaluzia. Em Sevilha.
Roteiro de mota pela Andaluzia. Em Sevilha.

Na nossa opinião, o nível de detalhe e delicadeza dos edifícios árabes são algo incomparável. De um bom gosto indiscutível, uma noção de enquadramento perfeita e com misturas de cores sempre bem sucedidas. É uma maravilha apreciar os seus glamorosos efeitos.

Uma pequena caminhada pelas ruelas movimentadas, entre edifícios históricos bem preservados, lojas de produtos de região e esplanadas de restaurantes onde as Tapas chamam por nós.

De mota pela Andaluzia. Pelas ruas de Sevilha.
Roteiro de mota pela Andaluzia. Pelas ruas de Sevilha.
De mota pela Andaluzia. Pelas ruas de Sevilha.
Roteiro de mota pela Andaluzia. Pelas ruas de Sevilha.
Sevilha, na capital da Andaluzia, das Tapas e do Flamenco
Sevilha, na capital da Andaluzia, das Tapas e do Flamenco
Sevilha, na capital da Andaluzia, das Tapas e do Flamenco
Sevilha, na capital da Andaluzia, das Tapas e do Flamenco

Sevilha é uma cidade que têm muito mais para oferecer, mas dedicámos-lhe apenas um dia do nosso passeio. É uma conveniente paragem de um roteiro pela Andaluzia e um excelente local para iniciar o percurso pelas estradas das montanhas da região.

Na Ruta de los Pueblos Blancos

Longe das grandes cidades, perdida pelas montanhas em redor do Parque Natural da Serra de Grazalema, encontramos um excelente local para passear de mota: a Ruta de los Pueblos Blancos.

Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos
Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos

Com os ares do Mediterrâneo a pouca distância, estão todas as pequenas aldeias incluídas na rota: Arcos de la Frontera, Setenil de las Bodegas, Ronda, Zahara de la Sierra, Grazalema, Algodonales e Ubrique, entre outras.

Uma rota turística cujo nome se inspira numa antiga tradição local. Os habitantes pintam as suas casas de branco no estilo mouro tradicional. É uma forma de repelir o calor nos meses quentes de Verão.

Por todo o percurso percorrem-se vilarejos esbranquiçados, adornados com vasos e canteiros floridos, que se destacam nas montanhas áridas e dão vida ás pequenas estradas que os unem.

Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos
Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos
Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos
Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos
Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos
Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos

Os dias de sol dourado da região, o azul do céu, o verde das montanhas e as estradas por entre os maciços rochosos de cor esbranquiçada, complementam uma rota perfeita para uns dias de calmaria em pleno parque natural.

Por lá desfilamos em duas rodas e a cada quilómetro podemos descobrir paisagens espectaculares, recantos cheios de cores, pátios únicos com decorações típicas da Andaluzia, onde reina a cor e o contraste.

De mota pela Andaluzia.
De mota pela Andaluzia. Em Zahara de la Sierra
Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos
Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos

As melhores estradas do Roteiro pela Andaluzia

Pela A-372 em Grazalema na Ruta de los Pueblos Blancos

A boa qualidade das estradas da região é indiscutível. Mas em todas as nossas viagens há sempre um percurso que se destaca. Não necessariamente pelo prazer de condução que oferece ou pela qualidade do pavimento.

A estrada A-372 que nos guia pelo coração do Parque Natural da Serra de Grazalema, conduz-nos à povoação com o mesmo nome de arredores dignos de referência.

Por lá, o bom pavimento e a boa geometria do traçado, completam-se de forma perfeita com todos os elementos naturais ao percorrer uma das mais belas zonas do Parque Natural.

Na Andaluzia em A-372 Grazalema. A melhor estrada da Ruta de los Pueblos Blancos
Na Andaluzia em A-372 Grazalema. A melhor estrada da Ruta de los Pueblos Blancos
De mota pela Andaluzia. Em Serra de Grazalema.
De mota pela Andaluzia. Em Serra de Grazalema.
Em Serra de Grazalema.
Na Andaluzia em A-372 Grazalema. A melhor estrada da Ruta de los Pueblos Blancos

A pequena estrada, na maioria de tímidas curvas, ondula pelo vale e aos pés de distintos e elegantes picos rochosos, num desfile por entre a natureza da região.

Ao fundo, vêem-se os povoados esbranquiçados que originaram o nome desta rota, em redor as planícies de pastagens dos animais que por lá habitam.

Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos
Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos

Pela A-372 de Ronda a Puerto Banus

De Puerto Banus a Ronda

Ronda é situada numa área montanhosa da região, a cidade empoleirada sobre as impressionantes gargantas do rio Gualdalevín.

O rio atravessa a pequena cidade e divide-a em dois, esculpindo um enorme e íngreme desfiladeiro superior a 100m de profundidade entre os dois lados.

Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos
Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos. Em Ronda
Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos. Em Ronda
Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos. Em Ronda
Na Ruta de los Pueblos Blancos
Roteiro de mota pela Andaluzia. Na Ruta de los Pueblos Blancos. Em Ronda

A Estrada A-397 é o percurso que a une ao Mediterrêneo, a grande altitude pelos desfiladeiros que nos guiam até ao mar em Puerto Banus,  exclusiva estância balnear espanhola de Marbella.

O percurso, foi classificado pela Motorbike Europe, como uma das melhores estradas da Europa para percorrer de mota e nós fomos comprovar!

Construída em 1970, pela A-397 percorre a grande altitude os quilómetros da estrada que contorna os rochedos calcários em curvas infinitas. Atravessa as duas cadeias mais espectaculares da Província de Málaga: a Serra da Bermeja e o Parque Natural da Serra das Nieves.

Pela A-397 de Ronda a Puerto Banus
Pela A-397 de Ronda a Puerto Banus
Pela A-397 de Ronda a Puerto Banus
Pela A-397 de Ronda a Puerto Banus
Pela A-397 de Ronda a Puerto Banus
Pela A-397 de Ronda a Puerto Banus

Alternando a passagem por entre as florestas de abetos e a vegetação rasteira que espreita nos rochedos perfurados, a maioria do percurso realiza-se a altitude constante até que, ao avistar o Mediterrêneo, surge a brutal descida até à costa.

Roteiro de mota pela Andaluzia. Em Marbella
Roteiro de mota pela Andaluzia. Em Marbella
Pela A-397 de Ronda a Puerto Banus
Pela A-397 de Ronda a Puerto Banus

Roteiro de 4 dias pela Andaluzia e Ruta de los Pueblos Blancos

Dia 1 Batalha – Sevilha . Quilómetros totais do dia: 450 km em 5 horas de condução, maioria em auto estrada.

Dia 2 Sevilha – Arcos de la Frontera – Grazalema – Setenil de las Bodegas – Ronda. Quilómetros totais do dia: 225 km em 4 horas de condução em estradas secundárias.

Dia 3 Ronda – Puerto Banus – Ubrique – Zahara de la Sierra- Algodonales – Villamartin – Jerez de la Frontera. Quilómetros totais do dia: 350 km em 6 horas de condução em estradas secundárias.

Dia 4 Jerez de la Frontera – Sevilha – Batalha. Quilómetros totais do dia: 550 km em 6 horas de condução maioria em auto estrada.

Quando ir

Visitar a Andaluzia é percorrer uma região no Sul de Espanha influenciada pelo clima temperado mediterrânico cujas características variam conforme o relevo e distância ao mar.

Um percurso que alterna a passagem por entre algumas das regiões mais áridas da Europa e por montanhas de densa vegetação. Entre o Verão e o Inverno num passeio de mota por estes locais percorre locais de temperaturas muito baixas no Inverno e extremamente altas no Verão.

Sugere-se que evite os meses de Julho e Agosto para uma viagem pela região. As temperaturas próximas ou superiores a 40º tornam-se desagradáveis para que aproveite as melhores estradas e locais do roteiro.

Visitámos a região durante os meses de Inverno. Pelas montanhas verdejantes dos Parques Naturais as temperaturas oscilavam entre os 5º a 12º, por sua vez, sempre que das praias douradas do Sul de Espanha nos aproximávamos, as temperaturas subiam bruscamente para entre os 20º a 25º.

Mapa do Roteiro de mota pela Andaluzia

Sugestões de fim de semana para um passeio de mota pelo Portugal de semelhanças Andaluzas:

2 Replies to “Roteiro de mota pela Andaluzia – Pelas estradas do Sul de Espanha”

  1. Belo Roteiro aqui tão perto! Obrigado pela Partilha!

    1. quilometroinfinito says: Responder

      Boas curvas José Morgado!

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: