Pela Itália de mota nas Dolomites

De mota nas Dolomites - Passo Sella

De mota nas Dolomites, as melhores estradas de montanha da região alpina italiana

Viagem de mota nas Dolomites: uma grandiosa beleza natural, estradas fabulosas e uma exuberância incomparável.

Assim se resume em poucos adjectivos um percurso de mota pela região dos Alpes Dolomitas na Itália.

Certo é, que nenhuma conjugação de adjectivos será suficiente para conseguir descrever a imensidão dos cenários naturais que por lá se encontram.

E, como em qualquer cadeia montanhosa com a mesma descrição, são as estradas que as percorrem que até elas nos chamam. Decidimos verificar com as nossas próprias rodas as mais belas estradas do nordeste italiano.

Sim! O Stelvio é famoso, belo e desafiante, por outro lado, a poucos quilómetros estão as Dolomites. São pouco divulgadas, mas oferecem um paraíso de estradas tortuosas em torno de cenários naturais incomparáveis.

Nem sempre referidas como parte dos Alpes, as Dolomites passam muitas vezes despercebidas quando num roteiro pela região se pensa. Assim, depois de percorrer de mota muitas das suas melhores estradas, deixamos a nossa eleição de percursos e locais a visitar numa viagem de mota na região.

De mota nas Dolomites em Val Gardena.
De mota nas Dolomites em Val Gardena.

Sobre as Dolomites

Inseridas nas regiões Vêneto e Trentino-Alto Ádige, apresentam-se as majestosas paisagens dos Alpes Dolomitas com as pitorescas vilas e aldeias a seus pés situadas. Estendem-se por quilómetros desde o Lago de Garda até à fronteira com a Áustria na zona de Lienz.

Durante o Inverno a cordilheira está coberta de neve e pintada de branco. Por sua vez nos meses de Verão reveste-se de um tapete verdejante e florido onde cada quilómetro de uma viagem de mota se torna um prazer.

De mota nas Dolomites - Passo Sella
De mota nas Dolomites – Passo Sella

Um paraíso inserido numa região de montanha que é um sonho percorrer de mota sempre em modo curva e contra curva. Um espectáculo de diferentes ambientes geológicos, revestidos por florestas e campos de pastagens por onde belas estradas serpenteiam.

Florestas bem preservadas de coníferas, pinho e faia cobrem os vales e montanhas e percorrê-las de mota é possível na maioria do percurso.

Imponentes montanhas, da cor esbranquiçada característica da rocha que lhes cede o nome, elevam-se por extensões infinitas de cumes verticais perfeitamente imperfeitos.

Estas reflectem a luz de tudo o que as rodeia e por elas serpenteiam as estradas a seus pés. Rodeadas pelos campos idílicos por onde passeiam os animais, pela natureza e pelos pequenos chalés que acolhem quem por lá habita.

Marmolada é o nome da montanha que mais próximo do céu consegue chegar, com os seus 3340m de altitude e é em seu redor que se encontram a maioria das melhores estradas.

Viagem de mota nas Dolomites
Viagem de mota nas Dolomites

Lagos de cores azul turquesa, cascatas vigorosas e montanhas de paredes verticais acolhem as plantas e vida selvagem que por lá habitam. Formam um ambiente de rara beleza que emociona num passeio de mota nas Dolomites.

Viagem de mota nas Dolomites
Viagem de mota nas Dolomites. Lago di Carezza

A viagem de mota nas Dolomites

Se sempre que definimos uma viagem de mota é pensando nas estradas a percorrer. As Dolomites oferecem sem dúvida uma eleição das melhores por onde já circulámos. E com certeza, das melhores do norte de Itália.

Numa primeira viagem à região o ambiente chuvoso tentou ocultar-nos grande parte do seu encanto, como se a natureza quisesse guardar só para si a pérola que construiu.

Mas cedo concluímos que mesmo com o sol a teimar em não brilhar, muitas e desafiantes estradas percorriam a região e muito havia para descobrir.

O primeiro reconhecimento estava feito. Mesmo com muita chuva, trovoadas e nevoeiro a tentar esconder as maravilhas da região, sentimos de imediato que por detrás das intempéries havia algo fabuloso que deveríamos voltar para ver.

Viagem de mota nas Dolomites
Viagem de mota nas Dolomites
Viagem de mota nas Dolomites
Viagem de mota nas Dolomites

O regresso de mota às Dolomites

Em nada nos equivocámos! O regresso prometido realizou-se, e não foi preciso chegar muito perto para concluir que cenários surpreendentes nos aguardavam.

Vindos de norte e em direcção a Ortisei, espreitavam-nos no horizonte, a quilómetros de distância, os elegantes picos esbranquiçados com a promessa de dias soalheiros a iluminar todo o seu esplendor.

Viagem de mota nas Dolomites
Viagem de mota nas Dolomites

Com um dia inteiro reservado para conhecer a região, percorremos todas as estradas possíveis que unem as principais aldeias do percurso. Ortisei, Canazei, Arabba, Corvara in Badia e Cortina d’Ampezzo. Elegemos as melhores estradas de um percurso que parece um único passo de montanha!

São tantas as estradas curvilíneas, são tantos os quilómetros a entrar e sair numa nova passagem de montanha! No final do dia estávamos cansados mas de coração cheio!

Viagem de mota nas Dolomites
Viagem de mota nas Dolomites

Os melhores Passos de Montanha das Dolomites

Poucas são as palavras que descrevem as estradas abaixo, e nenhuma é a fotografia que representa a sua verdadeira grandeza.

Mas são todas sem dúvida, locais a não perder para um dia de diversão no asfalto! A qualidade das estradas assim o permite e a natureza faz o resto!

Passo Gardena

O Passo Gardena une o Val Gardena a Val Badia em Corvara in Badia. São cerca de 25 km entre Ortisei e Colfosco numa passagem de alta montanha a 2136 m de altitude.

Faz parte das estradas que circundam as montanhas do grupo Sella, onde outros 3 passos de montanha estão englobados (Sella, Pordoi e Campolongo).

De mota nas Dolomites - Passo Gardena
Passo Gardena
De mota nas Dolomites - Passo Gardena
Passo Gardena
De mota nas Dolomites - Passo Gardena
Passo Gardena
De mota nas Dolomites - Passo Gardena
Passo Gardena

Passo Sella

O Passo Sella, na rota das montanhas do grupo Sella, percorre cerca de 20 km as montanhas que se elevam a 2240m acima do mar.

Liga Canazei a Selva di Val Gardena em estradas de excelente qualidade não sendo já necessário referir as inúmeras curvas que dele fazem parte.

Localizado na fronteira entre as províncias de Trento e Bolzano , é um destino a não perder numa viagem de mota nas Dolomites.

De mota nas Dolomites - Passo Sella
Passo Sella
De mota nas Dolomites - Passo Sella
Passo Sella

Passo Pordoi

2239m acima do nível do mar, o Passo Pordoi divide-se entre as montanhas do grupo Sella com o ponto mais alto das Dolomites a espreitar: a Marmolada.

Entre Canazei e Arabba em cerca de 15 km de subidas e descidas tortuosas e deslumbrantes.

Viagem de mota nas Dolomites - Passo Pordoi
Viagem de mota nas Dolomites – Passo Pordoi
Viagem de mota nas Dolomites
Viagem de mota nas Dolomites – Passo Pordoi
Viagem de mota nas Dolomites - Passo Pordoi
Viagem de mota nas Dolomites – Passo Pordoi

Passo Falzarego e Passo Valparola

A partir de San Cassiano percorrem-se a grande altitude as curvas sinuosas do Passo Valparola que, quase sem dar por isso se intersectam com as do Passo Falzarego.

Juntos combinam 30 km dos cenários e estradas a que as Dolomites nos habituam, até terminarem na pequena aldeia de Andráz.

Viagem de mota nas Dolomites - Passo Falzarego
Viagem de mota nas Dolomites – Passo Falzarego
Viagem de mota nas Dolomites - Passo Falzarego
Viagem de mota nas Dolomites – Passo Valparola

Passo Giau

Entre Cortina d’Ampezzo e Colle Santa Lúcia com cerca de 30 km de extensão está o Passo Giau nos seus 2236m de altitude. Um dos pontos altos da região a completar uma rota de mota nas melhores estradas das Dolomites.

Viagem de mota nas Dolomites - Passo Giau
Viagem de mota nas Dolomites – Passo Giau
Viagem de mota nas Dolomites - Passo Giau
Viagem de mota nas Dolomites – Passo Giau

Dolomites – Campo de Batalha da I Guerra Mundial

Por entre as estradas que serpenteiam sem fim pela região, sentem-se as histórias e os vestígios daquele que foi outrora, Campo de Batalha da Primeira Grande Guerra.

Palco de uma guerra vertical com os desafios em termos de alpinismo, combate e baixas temperaturas. O conflito obrigou ao estudo geológico das montanhas como nunca antes e permitiu avanços na engenharia como nunca antes.

Aquilo que hoje nos deslumbra visitar foi severamente modificado e utilizado como defesa em tempo de guerra.

Um pouco por todo o território são muitos os museus, os cemitérios de guerra e as histórias de há cem anos atrás.

Se por momentos decidir descansar as duas rodas para absorver um pouco da história por detrás de tal exuberância, oportunidades e locais não faltarão!

Cemitério da I Guerra Mundial perto do Lago Misurina
Cemitério da I Guerra Mundial perto do Lago Misurina

Sugestão de restaurante nas Dolomites

Descoberto por acaso na nossa primeira viagem pela região, as delícias que por lá saboreamos ficaram-nos na mente para o regresso.

A expectativa da lembrança em nada nos falhou e o Ristorante Pizzaria Fornella esteve à altura das refeições que por lá desfrutámos.

As saladas, as pizzas, as massas, os gelados ou qualquer tipo de iguaria italiana merecem uma visita e uma referência.

Sem mencionar o ambiente tradicional, acolhedor e pitoresco com vistas para Corvara in Badia e as montanhas em redor.

Não podíamos assim, deixar de lhe recomendar um dos nossos locais preferidos com um preço justo para o que oferece (20 Eur/pessoa média).

Viagem de mota Dolomites
Em Pizzaria Fornella enquanto aguarda o manjar.

O passeio pelas Dolomites terminou, mas num roteiro de viagem de mota pelos Alpes muitas opções encontra não importa que rumo tome.

No entanto, deixamos a sugestão seguinte, a poucos quilómetros da região:

Passo dello Stelvio – Itália

Grossglockner – Áustria 

2 Replies to “Pela Itália de mota nas Dolomites”

  1. Mais um excelente Passeio e excelente Roteiro!

    Obrigado por pensarem em Nós, partilhando!!

    1. quilometroinfinito says: Responder

      Obrigado José Morgado! Assim também vivemos de novo as nossas viagens..Sempre que as recordamos 🙂

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: