De Mallaig na estrada para as ilhas ao Loch Lomond, passando por Glencoe | Escócia

A82, Glencoe - Loch Lomond, Escócia

Há já alguns dias a percorrer o tecto da Escócia, e vindos da Ilha de Skye, continuámos a nossa viagem pelas Terras Altas a caminho de Glasglow, onde terminaria o nosso roteiro pelo país. Mas não sem antes descobrir o máximo de rotas panorâmicas a possíveis. Assim, deixámos Skye no pequeno ferry que nos encaminhou aos próximos destinos a explorar: ” A estrada para as ilhas”, passando Mallaig, Glenfinnan, Glencoe e terminando o dia no coração do Parque Nacional de Loch Lomond e Trossachs.

Naquele dia que amanhecera frio e sombrio, fôramos forçados a madrugar para sair da ilha de Skye. No ferry que nos levaria ao destino, restavam apenas vagas disponíveis para o primeiro horário da manhã. Não tínhamos conseguido comprar o bilhete online e sem certezas de disponibilidade para a travessia, queríamos garantir que seríamos dos primeiros a chegar à bilheteira (mais informações aqui). Caso contrário, a opção via terrestre adicionaria horas de viagem ao nosso dia, por caminhos já percorridos.

Conseguimos o bilhete. Em poucos minutos de travessia estávamos no porto de Mallaig. Aqui iniciámos o nosso caminho pela ” A estrada para as ilhas”. No horizonte, onde o sol ainda receava aparecer, estava o mar tranquilo para nos receber de um lado e as montanhas imponentes e sombrias do outro.

Mallaig, '' A estrada para as ilhas''
Mallaig, ” A estrada para as ilhas”

As atracções naturais e históricas da Escócia são o pretexto para percorrer inúmeras rotas panorâmicas sobre duas rodas. Pelo nosso imaginário, as terras escocesas imaginam-se sobretudo com três elementos: muitos castelos, muito whisky e muitas gaitas de foles. Ora, nem só. A perfeita comunhão com o ambiente, os vales e as montanhas, os lagos e os rios de água pura combinam em harmonia, oferecendo-nos um passeio motociclístico memorável. Este foi troço em particular, foi mais um deles!

Na ”A estrada para as ilhas” de Mallaig a Arisaig

O percurso pelas pequenas aldeias piscatórias entre Mallaig e Arisaig, conhecido também como ”A estrada para as ilhas”, faz-se em pouco mais de 10 km de puro prazer. O charme das enseadas e pequenas baías envoltas entre rochedos é mágico e apaziguador. Suspeitámos que assim que o sol desse o ar de sua graça, todas as cores que naquele momento espreitavam timidamente, avivariam a rota por aquela pequena estrada costeira tão repleta de encantos. Mas a alvorada foi precoce e, naquela hora, a luz do dia começava a surgir aos poucos.

Estrada B8008, Mallaig a Arisaig
Estrada B8008, Mallaig a Arisaig

Aqui, facilmente somos orientados para a moderna e recente estrada A380. Ainda que de pavimento excepcional a apelar a uma condução mais prazerosa, sugerimos que siga para a pequena e antiga B8008. Desde Mallaig, passando por Morar, Portnaluchaig até Arisaig, esta pequena estrada pode não ser permissiva como a sua nova substituta mas é, indubitavelmente, aquela onde a melhor rota panorâmica se encontra.

Em Morar, estão as famosas The Silver Sands of Morar. Uma praia de areia branca ao lado do pequeno estuário do rio com o mesmo nome. A água azul e as areias de tons claros, servem de local perfeito para contemplar, num horizonte não muito longínquo, a silhueta das Ilhas de Skye, Muck, Eigg e Rum. No silêncio da manhã deixámos-nos parar pela berma e ficámos, por momentos, apenas a agradecer poder presenciar tamanha beleza.

Estrada B8008, Mallaig a Arisaig
Estrada B8008, Mallaig a Arisaig
Estrada B8008, Mallaig a Arisaig
B8008, Mallaig a Arisaig
Estrada B8008, Mallaig a Arisaig
Estrada B8008, Mallaig a Arisaig

Viaduto de Glenfinnan

Seguindo rumo a Fort William acompanha-se grande parte do percurso ferroviário do The Jacobite, o comboio a vapor que passa pelo viaduto de Glenfinnan, na sua rota até Mallaig. Este é o viaduto que ganhou fama mundial desde a versão cinematográfica do romance Harry Potter, mas é também um dos locais mais simbólicos e importantes da história do Reino Unido.

Local de muitas guerras entre os clãs do norte e sul do país, durante séculos este foi palco de disputas pelo trono do Reino Unido. Por aqui, e nas margens do Loch Shiel, está o monumento que lhes presta homenagem.

Monumento Glenfinnan
Monumento Glenfinnan
Viaduto de Glenfinnan
Viaduto de Glenfinnan

A saga Harry Potter e o Viaduto de Glenfinnan

Os livros do Harry Potter fizeram parte da minha infância e encheram de magia muitas noites de leitura, muitos dias na praia e muitos momentos de criança. Mais tarde já na idade adulta, a versão cinematográfica da saga que tanto me encantou tornou-se igualmente viciante. Como tal, visitar Glenfinnan era para mim a oportunidade de presenciar um local que só vira no cinema e imaginara na leitura. Uma imponente obra, entre os vales verdejantes da indomável Escócia, onde o comboio Hogwarts Express saía da plataforma 9 3/4 para o Castelo de Hogwarts, a escola de magia.

O Hogwarts Express é na realidade o The Jocobite, que continua a percorrer a linha de ferroviária que passa pelo viaduto de Glenfinnan. Mas no local e no centro de visitantes, poucas referências ao filme existem. E quando perguntamos por algo mais, quase que se sentem ofendidos por desconhecermos que Glenfinnan é um local historicamente muito mais importante e muito mais do que a imagem de um filme mediático. ”Mas nem uma vassourinha versão magnet para o meu frigorífico? Uma varinha mágica miniatura? Um autocolante do castelo para colar na nossa mota? ” Nada.

Encaminhados para o museu (gratuito), entendemos de imediato a reacção à nossa pergunta e com um bocadinho da história do local na bagagem, continuámos a nossa viagem sobre duas rodas.

Monumento Glenfinnan
Monumento Glenfinnan

Dica:

Existem 3 diferentes percursos pedestres (detalhes no mapa abaixo) para os miradouros com vista para o viaduto de Glenfinnan. O mais procurado e aquele onde o formato concavo da construção é pronunciado, requer cerca de 30 min de caminhada por um trilho na colina. Ficámos-nos pelo mais próximo (cerca de 5 min). Afinal, acabara de chover e grandes caminhadas com equipamento motociclístico não é a versão mais agradável de passeio.

Trilho para o Miradouro do Centro de Visitantes
Trilho para o Miradouro do Centro de Visitantes

O percurso alternativo à movimentada rota de Fort William

Com Glenfinnan para trás, é recomendável sair da estrada principal pela A830 e descer pela pequena A861. Esta, ladeia as margens do Loch Eil em toda a sua extensão e evita a passagem, pela menos interessante, Fort William.

Fort William, é um local onde se encontra um grande centro de actividades ao ar livre pela sua proximidade à maior montanha da Grã-Bretanha, Ben Nevis (1344 m). No entanto, é também local de intersecção de uma movimentada rota turística e comercial, onde a beleza das paisagens escocesas se desvanece por entre as filas de trânsito frequentes que por lá se encontram. Do ponto de vista motociclístico, este é um local onde buscar uma rota alternativa se sugere.

Neste percurso secundário, de uma estrada de pequenas proporções mas grandes panoramas, encontramos o pequeno terminal de ferry de Ardgour com ligação em poucos minutos a Corran, já nos arredores de Glencoe. A versão mais agradável para um passeio em duas rodas e com as melhores vistas para Ben Nevis do outro lado da margem. Consulte aqui os horários e informações de preços para as datas da sua travessia:

⛴️ Ferry Ardgour – Corran 

Glencoe, o vale profundo onde se atravessa um antigo vulcão

Glencoe é um surpreendente e dramático vale, que contrasta com o planalto desolado de Rannoch Moor. Profundo, com altos picos rochosos e cumeadas de ambos os lados, é quase um túnel natural atravessado pela estrada panorâmica A82. Por lá percorrem-se quilómetros de paisagens soberbas, por uma estrada de qualidade excepcional que é uma das mais conceituadas do universo motociclístico.

Para os amantes da geologia, Glencoe é dono de um passado geológico intrigante. Atravessando a zona de um antigo vulcão, muito responsável pela espectacularidade da natureza que rodeia toda a região, observar os rochedos esculpidos ao longo dos anos pelo gelo, pela água e pelo vento cria um cenário mágico no nosso imaginário. Diante dos nossos olhos a magia concretiza-se e, agora, em pleno Verão, Glencoe está revestido dos tons verdejantes que no Inverno estão sarapintados pela neve. A beleza está em todas as direcções. Aqui, o ecoar dos motores dos muitos companheiros que percorrem a mesma estrada, é música para os nossos ouvidos amplificada por um anfiteatro natural.

Estrada A82 Glencoe
Estrada A82 Glencoe
Estrada A82 Glencoe
A82 Glencoe
Estrada A82 Glencoe
A82 Glencoe, um dos melhores percursos motociclísticos da Escócia

Glen Etive e um dos locais de filmagem do filme 007 Skyfall

Fugimos do alvoroço das rotas mais turísticas sempre que podemos, e entramos pelas entranhas das montanhas e lagos da região. Já há muito descobrimos que é fora delas que somos levados a conhecer pequenos pedaços de paraísos remotos. Glen Etive é mais um.

Viajar de mota permite-nos a liberdade de seguir os nossos impulsos de improviso e este foi um deles. Guiados pela busca do local de filmagens do filme de 007 Skyfall, percorremos a estreita estrada que acompanha o rio Etive e nos conduz quilómetros de maravilhas à frente, ao Loch Etive.

Gualachulain, Loch Etive
Gualachulain, Loch Etive
Gualachulain, Loch Etive
Arbustos floridos em Gualachulain, Loch Etive
Veados em Glen Etive
Glen Etive

A estrada, onde mal cabe um carro, prolonga-se por quilómetros, ondulado sempre à beira do rio que flui com águas gélidas e vigorosas entre rochedos pontiagudos. Oscilando entre pequenos bosques sombrios e largas planícies revestidas por arbustos floridos, terminamos o percurso no lago que sob a luz resplandecente de um dia entre o sol e a chuva, nos devolve uma paisagem digna de uma pintura. Na calmaria da região, passeiam-se os animais selvagens, certos de que por lá ninguém os incomodará. Vimos veados selvagens ao nosso lado, lindos e de hastes longas e esbeltas. Emocionados, continuámos o nosso caminho de coração cheio.

Glen Etive
Glen Etive, 007 Skyfall local de filmagem
Glen Etive, 007 Skyfall local de filmagem
007 Skyfall local de filmagem
Veados em Glen Etive
Veados em Glen Etive

Parque Nacional de Loch Lomond e Trossachs

O Parque Nacional do Loch Lomond e Trossachs é repleto de lugares a explorar e actividades a realizar. Com paisagens exuberantes da região sul até aos vastos vales e picos rochosos do norte, esta é outra maravilha da natureza e da geologia. Aqui está a falha geológica responsável pelo contraste paisagístico que divide as Terras Altas das Terras Baixas da Escócia. Entre colinas íngremes a recantos de florestas cerradas, a estrada que atravessa o parque natural é multifacetada e repleta de bons motivos para a percorrer.

Se por momentos pretender estacionar a mota e trocar de equipamento de motociclista para caminheiro, aqui estará num dos melhores locais do país para encontrar diferentes níveis de percursos pedestres e explorar a fauna, a flora e as vistas deslumbrantes do topo das montanhas.

Estrada A82, Loch Lomond, Escócia
Loch Lomond, Escócia
Estrada A82, Glencoe a Loch Lomond
Estrada A82, Loch Lomond, Escócia
Estrada A82, Loch Lomond, Escócia
Zona de floresta na Estrada A82, Loch Lomond, Escócia

Drovers Inn, o mais antigo pub escocês

E visitar a Escócia sem entrar num Pub? É quase impossível! Mas aqui no Loch Lomond, encontrámos um de características peculiares onde terminámos o nosso dia e roteiro pela região, num divertido jantar.

Drovers Inn, o mais antigo pub escocês
Drovers Inn, o mais antigo pub escocês

Quer viaje para norte ou para sul, o Drovers Inn é um local de paragem obrigatória no Loch Lomond. Inaugurado em 1705, diz-se que é o mais antigo pub escocês e que nos seus 300 anos de existência, serviu de hospedaria e restaurante aos milhares de viajantes que por lá passaram. Mercadores, guerreiros, reis e rainhas. Das mais ilustres às menos ilustres figuras. Todas por lá encontraram um refúgio no seu caminho pelos bosques que rodeiam o Loch Lomond.

Música ao vivo, uma ementa de comida variada e servida diariamente, uma atmosfera que nos remete ao passado e nos inebria com os seus séculos de história. Pelas paredes carregadas pelo tom escuro da passagem do tempo, as teias de aranha e os animais embalsamados pelas paredes, o imaginário leva-nos a todo o tipo de personagem que por lá passou. Naqueles tempos antigos  em que Loch Lomond era apenas um destino isolado e longínquo qualquer. Que lugar enigmático e cheio de carisma! Estará também assombrado? Mistério!

Drovers Inn, o mais antigo pub escocês
”Quando eu morrer enterrem-me debaixo do pub, assim o meu marido visitar-me-à 7 vezes por semana!”

Mapa do Percurso, Locais de Interesse e Alojamento

Para consultar o mapa em detalhe, clique sobre ele ou utilize o canto superior direito para abrir directamente na página do Google Maps. Poderá fazer o zoom necessário para ver a rota em pormenor ou exportar para o GPS como preferir. Clicando no canto superior esquerdo, é também possível ler a legenda do mapa em detalhe. Aqui incluem-se as seguintes informações:

  • Locais de interesse histórico e natural
  • Restaurantes
  • Alojamento

Total de quilómetros do percurso : 250 km

Tempo aconselhado: 6 horas

🛏️ Sugestão de alojamento Alojamento 

Se viaja no sentido sul-norte: Mallaig

Se viaja no sentido norte – sul: Arrochar

O Reino Unido é um país com um custo de vida algo elevado e um destino turístico de grande afluência. Como tal, sugerimos a reserva com antecedência de alojamento de modo a garantir melhores preços e disponibilidade. Esta é uma das nossas principais métodos de gerir o nosso orçamento em viagem. Mais informação consulte o nosso artigo sobre Dicas para viajar mais de mota.

Enquadramento no roteiro de viagem de mota pelo Reino Unido e Irlanda:

⬅️ Etapa anterior: Ilha de Skye, Escócia

➡️ Etapa seguinte: Irlanda do Norte – Causeway Coastal Route | Irlanda do Norte

Se gostou deste artigo e souber de alguém que também possa gostar, partilhe clicando no botão das redes sociais abaixo. Estará a ajudar-nos a divulgar e a continuar a nossa existência. O nosso muito obrigado desde já e boas curvas!

🗺️ A preparar a próxima viagem de mota?

♦Reserve as suas estadias através do Booking.com. Por lá encontramos sempre as melhores promoções e têm a facilidade de cancelamento gratuito.

♦Gostamos de viajar tranquilos. Como tal, em todas as nossas viagens além fronteiras, contratamos sempre um seguro de viagem que se enquadre no nosso perfil de viajantes aventureiros e independentes. Seja através da World Nomads ou da IATI encontrará boas opções para motociclistas. A IATI têm excelentes preços, atendimento em português e seguindo o nosso link ainda terá um desconto de 5%.

♦Sejam pequenas ou grandes travessias, se precisa de comprar uma viagem de ferry para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o DirectFerries.pt. Permite comparar os preços e horários das diferentes companhias e é por lá que encontramos os melhores preços.

Esta página contém links afiliados. Ao efectuar as suas reservas através destes links recebemos com uma pequena comissão. Não pagará mais por isso e estará a ajudar o blogue Quilómetro Infinito a continuar a sua existência. Muito obrigado!

 

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: