Qual o equipamento fora de estrada a usar? Por Quilómetro Infinito

Opções de equipamento fora de estrada | Por Quilómetro Infinito

Se o equipamento para andar de mota em estrada já é muito importante, o equipamento fora de estrada é ainda mais importante. Nas saídas fora de estrada a probabilidade de cair de mota é muito maior, e é necessário por isso estar fortemente protegido dos pés à cabeça com equipamento robusto. Se o equipamento faz milagres? Naturalmente não. Mas evita com certeza chatices maiores, e é por isso que muito o recomendamos.

Desde que o João começou a dar os seus passeios com a Suzuki DR650 que as perguntas sobre equipamento fora de estrada dispararam. Acerca desse assunto, a nossa experiência é bastante recente. Não temos uma ideia tão abrangente sobre as opções de equipamento fora de estrada multimarca como temos para as opções de estrada.

Ainda assim, à semelhança do que aconteceu no início da nossa vida de motociclistas, queremos aqui combater a escassa, e difusa, informação online sobre o assunto. Vamos partilhar o conhecimento e experiência que adquirimos até então e agradecemos de igual forma que comentem com a vossa experiência.

A nossa participação no evento da Longitude 009, O Nosso Dakar, impulsionou uma vez mais as dúvidas acerca das inúmeras opções existentes e as dificuldades na hora de fazer a bagagem.

Partida O Nosso Dakar 2024
Partida O Nosso Dakar 2024

Por onde começar a falar de equipamento? Diria que proteger cabeça, tronco e membros é o fundamental. Conciliando a necessidade de protecção à igual necessidade de equipamento fresco e que permita toda a liberdade de movimentos. Muitas horas em cima da mota, muito tempo a conduzir em pé, muito mais exercício do que a condução em estrada assim o exigem. Assim, aqui vão as opções para equipamento fora de estrada.

Que equipamento fora de estrada usar?

1- Fato de enduro vs fato de turismo/aventura

A opção recaiu para um fato de enduro composto por casaco, calças e camisola técnica. Tecidos leves, maleáveis e sem protecções incluídas. Este formato de equipamento obriga a um esquema de protecções adicionais por debaixo do fato.

equipamento fora de estrada off road enduro
Fato Scott X-Plore + Camisola Scott X-Plore

Existe outra alternativa para o fora de estrada além dos fatos de enduro. Tornam-se mais versáteis porque não são exclusivos para enduro e já vêm com algumas protecções incluídas (não tão robustas). Por sua vez, são de preço muito superior e para utilização ocasional podem não justificar o investimento.

Nesta decisão creio ser uma escolha pessoal saber quanto se pode e quer gastar num equipamento, e a frequência de utilização que lhe darão. Por exemplo, eis o nosso fato que tem uma grande versatilidade para fora de estrada e é uma excelente opção para estrada:

No nosso caso particular, como as aventuras na lama e no pó são pouco frequentes, não quisemos utilizar este fato no off road. Provavelmente, se se tornarem mais frequentes, poderemos reconsiderar. Substituindo sempre as protecções que traz incluídas por umas interiores mais direccionadas para fora de estrada, e por isso mais robustas.

Scott Dualraid
Fato Scott Dualradi Dryo: Muito versátil para utilização fora de estrada

Nota: Adicionamos às bagagens um casaco de chuva pois as opções para fora de estrada não são impermeáveis na sua maioria.

2- Protecções de corpo e joelhos

As protecções de corpo e joelhos são um mundo de opções nas mais variadas marcas: Scott, Leatt, Alpine Stars, Acerbis, Fox, etc. Aqui recomendamos principalmente: umas onde se sintam o mais confortáveis possível e sejam ergonomicamente correctas. Cada um tem a sua própria fisionomia e por isso não creio fazer sentido dizer que umas serão melhores do que outras. Apenas dizer: experimentem, mas escolham marcas fidedignas para longevidade e robustez.

No que à protecção de corpo diz respeito, as duas opções que consideramos foram o colete mais macio e confortável Scott Sofcon-Aire e a mais rígida e desconfortável Acerbis Koerta Body Armor. Ambas com protecção de costas, peito, ombros e cotovelos integradas numa única, sem necessidade de puzzle adicional. Esta última, abrange a zona das costelas em mais área e oferece uma teórica maior sensação se segurança.

E as joelheiras Leatt 3DF Hybrid? Não esperem grandes especificações técnicas e motivos científicos que nos levaram a esta escolha. Apenas olhámos para elas e pareceram confortáveis, ter protecções que cheguem e um preço razoável. Existem muitas mais robustas e articuladas para o efeito, mas até à data estas foram as únicas que o experimentámos.

3- Roupa interior técnica

Da mesma forma que em estrada utilizamos roupa técnica debaixo do fato, fora de estrada encontramos igualmente vantagens. O João utiliza o conjunto Klim Agressor Cool como camada base muito macia, fresca e respirável. E só depois faz o puzzle de vestir protecções de corpo e joelheiras, evitando desta forma que fiquem em contacto directo com a pele.

roupa técnica Klim Agressor Cool
Calça + Camisola para usar debaixo do fato
roupa técnica Klim Agressor Cool
Lava fácil e seca rápido

4- Capacete de aventura

Um capacete de aventura é dimensionado para protecção adicional em ambientes mais desafiadores. Como tal, não utilizamos os nossos capacetes de estrada Schuberth C5 e BMW Carbon System 7 no fora de estrada porque não são adequados a essa utilização. São capacetes modulares com um design e detalhes totalmente distintos. Para o off road a escolha recaiu no capacete integral Arai Tour X4. Mas uma vez mais existem muitas outras marcas a oferecer a mesma solução.

E porquê um capacete integral de aventura para off road? O que salta à vista imediatamente é o formato da queixeira proeminente. Uma protecção adicional ao queixo e mandíbula, áreas muito susceptíveis a impactos em quedas fora de estrada. As entradas de ar são também mais abrangentes, design mais leve e forros removíveis e laváveis. Detalhes que fazem a diferença numa utilização que envolve mais esforço físico. Não é um capacete de enduro, mas é um capacete de aventura com a versatilidade de utilização também em estrada.

Equipamento fora de estrada
Capacete Arai

5- Óculos de protecção

Óculos de protecção com lentes robustas e resistentes a impactos são importantes para proteger os olhos contra pedras, galhos e poeiras. Como tal, consideramos duas opções distintas: os habituais óculos de motocross da marca Fox Airspace Merz Motocross Brille, e os que nos acompanham sempre nas motas de estrada com a viseira aberta: Wiley X.

A Wiley X tem alguns modelos com esponja em redor dos olhos para proteger de poeiras e vento e são fantásticos para conduzir. Incluem opções com lentes removíveis de 3 cores diferentes, para alternar entre a condução noturna e diurna. Para quem ainda não se adaptou a óculos de motocross, poderão ser uma excelente alternativa para o efeito.

Equipamento fora de estrada
Óculos com esponjas de protecção na cavidade ocular. Wiley X Compass

6- Botas de enduro

Recomendamos muito: botas de enduro de qualidade! Nunca saberemos se a queda do João no ano anterior (partiu a perna e deslocou a articulação no pé) não poderia ter tido um desfecho diferente. Afinal, botas de qualidade ajudam mas não fazem milagres. Ainda assim, comparando agora robustez das Sidi Crossfire 3 SRS com as anteriores Acerbis, conseguimos entender as diferenças e qualidade de protecção, e quem sabe não teriam feito toda a diferença.

Já no que ao conforto diz respeito, a diferença é imediata assim que se calçam as Sidi Crossfire 3 SRS. Apesar de aspecto Robocop, conseguem ser surpreendentemente confortáveis. Aqui um vídeo que mostra as diferenças entre as primeiras botas e as Sidi Crossfire 3 SRS:

Cruciais para quem pratica off road, as botas de enduro oferecem protecção para os pés, tornozelos e parte inferior das pernas. Ajudam por isso a prevenir lesões em caso de quedas. São feitas de materiais mais resistentes e duráveis com materiais sintéticos de alta qualidade.

Não são as mais práticas para fechar, mas contam com sistema de fecho ajustável com fivelas e fechos metálicos de encaixe. As Sidi Crossfire 3 SRS tem  sistema de articulação no tornozelo, permitindo uma maior flexibilidade e mobilidade, sem comprometer a proteção. A sola das Sidi Crossfire 3 SRS tem a particularidade de ser substituível quando gasta. E é projectada para aderência e estabilidade durante a condução.

Sidi Crossfire 3
Sidi Crossfire 3
Sidi Crossfire 3
Botas Sidi Crossfire 3

Luvas

Sensibilidade e protecção, boa aderência e protecção contra abrasões é o essencial. Sensibilidade para conduzir da forma necessária a que a protecção se torne secundária. Quer em estrada quer em fora de estrada, luvas grossas não são para nós. Usamos sempre luvas, mas das finas, confortáveis e leves. Não nos incomodamos com mãos frias ou molhadas. Para o off road a escolha recaiu no modelo Scott Assault. E ainda existem opções de luvas mais leves: Scott Track Evo.

O que levar na bagagem na mota:

  • Kit básico de ferramentas para pequenas reparações que possam ser necessárias
  • Compressor portátil e câmara de ar pois os furos em fora de estrada são muito comuns
  • Transportar snacks e uma bolsa de água no equipamento é uma opção mais simples e o fato Scott DualRaid Dryo está preparado para isso. Mas para já a garrafa de água no saco de bagagem é a opção.

Para iniciar as nossas aventuras por maus caminhos, estas foram algumas das opções que tomámos acerca do equipamento fora de estrada. Esperamos que vos ajudem se, como nós, também estão em fase total de aprendizagem acerca das infinitas opções para enduro, motocross, off road ou fora de estrada (como que queiram chamar). Depois disto, resta dizer que o equipamento e mota ficaram todos cheios de lama e dicas sobre lavagem darão uma outra publicação! A lavagem foi a aventura seguinte.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Quilómetro Infinito