Review da Triumph Tiger 900 Rally Pro

Triumph Tiger 900 Rally Pro

Para os mais distraídos, a Triumph Tiger 900 Rally Pro foi a nossa companheira de duas rodas durante os 9 dias de um roteiro de viagem de mota pelas ilhas Faial, Pico e São Jorge, nos Açores. Infiltrada num transporte de motas de um tour do nosso parceiro Longitude 009 e disponibilizada pela Triumph Portugal. Tornou-se assim possível experimentar esta máquina pelas belas estradas do arquipélago.

Agora, e depois de muitas perguntas acerca da mota, decidimos partilhar neste espaço a nossa opinião pessoal acerca da Triumph Tiger 900 Rally Pro. É importante salientar que este não é um comparativo. É apenas o nosso review, de condutor e pendura, de uma mota onde fizemos cerca de 1600km por vários tipos de estradas: on road, off road e qualquer coisa entre os dois.

viagem de mota pelos AçoresPercursos fora de estrada
Triumph Tiger 900 Rally Pro
Triumph Tiger 900 Rally Pro
Viagem com a Triumph Tiger 900 Rally Pro
Pelos caminhos off road dos Açores com a Triumph Tiger 900 Rally Pro
Pelos caminhos off road dos Açores com a Triumph Tiger 900 Rally Pro

Qualidade de condução e sistema de travagem

Esta mota, com cerca de 200kg de peso, é uma ágil e veloz bicicleta. Com um motor que desenvolve e dá resposta sem decepcionar. Assim resumimos em poucas palavras a qualidade de condução da trail média cilindrada Triumph Tiger 900 Rally Pro. Nas 2 rodas equipa com Brembo. Marca de reconhecida qualidade no mercado, e que mais uma vez cumpre o seu propósito sem reservas. Garantindo que, no que toca à segurança, não podíamos estar melhor entregues.

Triumph Tiger 900 Rally Pro
Triumph Tiger 900 Rally Pro
Viagem de mota pela ilha do Faial, Capelinhos
Viagem de mota pela ilha do Faial

Suspensão

A suspensão da Triumph Tiger 900 Rally Pro é aqui aquela particularidade a destacar, e um dos mais importantes factores para a qualidade do passeio. Foi de facto uma surpresa pela positiva como lidou sem perder performance mesmo carregada com pendura e bagagem. Vem equipada com suspensão Showa em ambas as extremidades, com ajuste possível para carga e sem carga.

A suspensão da Tiger consegue ser firme e precisa, sem ter de nos castigar com uma pancada seca nas costas nas situações em que não foi possível evitar alguma gigante cratera do piso. A mota aguenta sem perder compostura, não deixando transparecer nenhum ruído mesmo em pisos “impróprios para consumo”.

Equipamento

O modelo Rally Pro estabelece um novo nível de oferta de mercado com extras de um modelo topo de gama. Vem brutalmente bem equipado! Aos seis modos de condução adiciona o quick shift, o sistema de monitorização da pressão dos pneus, o sistema de connectividade My Triumph , os 2 bancos aquecidos, luzes de nevoeiro LED, as protecções, etc.

Apesar de ser uma moto de trail, e o seu nome ser tendencialmente virado para o off-road, a Tiger 900 Rally Pro vem equipada com uma série de extras que normalmente se vêem mais em motas de turismo: bancos aquecidos para o condutor e pendura, cruise control, iluminação completa LED incluindo faróis de nevoeiro. E no que à iluminação diz respeito, eis outra particularidade fabulosa: no modo noturno, todos botões da mota estão iluminados! E isto é fantástico! Um pormenor… mas muito fixe!

Em relação ao quick shift, não é uma funcionalidade que nos agrade utilizar. Por sua vez, e entrando apenas neste ponto em comparações, convém referir que ainda não tem a suavidade dos melhores quick shift que já testámos, mas está bem além do desempenho rude de alguns. Ainda assim, eu continuo a preferir, e a confiar, mais no João a meter mudanças. E o João continua a preferir ele próprio tomar rédea da situação. Vamos lá conduzir à moda antiga…

Protecções

Já referimos as protecções incluídas? A tendência do mercado tem vindo a ser lançar motas pouco equipadas no que às protecções diz respeito, obrigando um utilizador minimamente preocupado a investir em extras. A Triumph Tiger 900 Rally Pro vem equipada com as barras de protecção de motor e protecção de cárter. O que a deixa preparada para uma eventual queda num percurso fora de estrada ou para um descuido entre manobras.

Electrónicas

Cheia de eletrónicas e sensores, o que desperta a atenção de imediato é o enorme ecrã de 7” diante dos nossos olhos. Na nossa opinião pessoal, um ecrã à moda antiga é mais do nosso agrado. Por sua vez, a tela do ecrã é nítida e com informações como a pressão dos pneus, autonomia, combustível, velocidade, temperatura ambiente, horas etc.

A Triumph vem com uma série de recursos que se tornam presentes só nos modelos mais equipados: controlo de tracção aliado aos modos de condução adaptáveis ao tipo de utilização a realizar. Rider, Rain, Road, Sport, Off Road e Off Road Pro são as opções disponíveis alteráveis em poucos segundos com um simples toque num botão. Isto, desde que se esteja parado! Porque qualquer configuração que influencie o controlo de ABS e o controlo de tracção só poder ser alterada quando a mota está parada.

Para a nossa viagem de mota pelos Açores com carga e pendura, utilizámos o modo Rain para momentos de chuva intensa e o modo Road na maioria do percurso. Para os acessos fora de estrada foi no modo Off Road que seguimos.

É ainda importante referir que o utilizador pode ainda configurar o seu próprio modo de condução “brincado” com ABS, controlo de tração, aceleração, etc.

Off Road Pro – modo de condução que desliga electrónicas

Nos modos de condução disponíveis encontramos outra particularidade a referir: o modo Off Road Pro. Aquele que se crê ser a maneira que a marca utilizou para desligar todas as ajudas à condução. O modo Off Road é concebido para condutores com menos prática em condução fora de estrada, adaptando a “magia” da electrónica no auxílio para a maioria dos cenários possíveis. Por sua vez, um experiente condutor que queira ter domínio total e sem filtros sob a condução fora de estrada, tem no modo Off Road Pro essa possibilidade.

Vinhas da Criação Velha
Pelos caminhos off road dos Açores com a Triumph Tiger 900 Rally Pro

Consumos

”Ou estas ilhas açorianas são maiores do que imaginávamos ou esta Triumph está a pedir para ir à bomba de gasolina mais cedo que que esperávamos”. Eis o nosso pensamento acerca da frequência com que a autonomia no ecrã da Triumph nos dizia que tínhamos de visitar em breve a próxima bomba. Para abastecer novamente aquele depósito de 20L. O motor dá uma boa resposta, o desempenho não se perde com carga e pendura, mas isso nota-se no consumo que supera a média dos 6 l /100 km. O que não é excepcional.

Feedback da pendura sobre a Triumph Tiger 900 Rally Pro

If mama ain’t happy ain’t nobody happy”. Fica mais profundo escrever isto em inglês não é verdade? Mas se não percebem nada da língua, vamos lá traduzir isto deixando a mensagem que importa: ”Se a mulher não está feliz, então ninguém está feliz!”. Achei a mensagem indicada para iniciar a partilha da minha opinião pessoal acerca da mota que foi a nossa companheira de viagem nos Açores.

Do ponto de vista da pendura a avaliação foca-se essencialmente no conforto. E, para quem anda habitualmente numa mota de touring os padrões estão muito elevados. Mas continuo a afirmar que não é algo que possa comparar, uma trail de média cilindrada e uma touring de alta cilindrada são motas muito distintas. Por sua vez, apesar de inicialmente algo apreensiva com o desempenho da mota, é de referir que foi com enorme surpresa que conclui que a Triumph Tiger 900 Rally Pro não é a dureza que temia.

Apesar de carregada com bagagens e pendura, a suspensão continuou a desempenhar o seu papel na perfeição, tornando a experiência de viagem igualmente agradável. Em estrada ou fora de estrada, o impacto no lugar do pendura é muito minimizado revelando uma suspensão de boa qualidade. Factor essencial ao conforto. Em alguns dias fizemos cerca de 250km por estradas pequenas e retorcidas. E mesmo assim não notei desconforto. Creio que serão as etapas com muitos quilómetros a maior velocidade que revelarão a falta dos elementos de protecção aerodinâmica.

Alguns ajustes

Do ponto de vista de banco e altura de pousa pés, se a Triumph Tiger 900 Rally Pro estivesse na nossa garagem, teria de ser ajustada à minha altura (1,65metros). A posição de flexão dos joelhos, em especial nas estradas de maior inclinação, cria uma elevada tensão que causa desconforto.

O formato inclinado do banco, faz com que escorregue nas mesmas circunstâncias forçando as mesmas zonas. Por sua vez, as barras que ladeiam o banco do pendura, estão na posição e tamanho ideal para o pendura se agarrar facilmente. Esta questão é para mim um detalhe possível de acontecer em qualquer mota. Na nossa GSA1150 tivemos de fazer a mesma correcção pelo mesmo motivo. Todas as motas tem de ser ajustadas à fisionomia de cada um, e é natural que este tipo de detalhes não abranjam todo o leque de alturas de possíveis condutores e passageiros quando as motos saem da linha de produção em fábrica.

Conclusão? Sabem aquela sensação de plástico “rasca” que cada vez mais é comum no mercado das 2 rodas? A Triumph Tiger 900 Rally Pro não a passa. Uma agradável surpresa. A Triumph Tiger 900 Rally Pro foi aprovada pelos dois! E sem dúvida seria uma máquina que não nos importaríamos de ter na nossa garagem.

Triumph Tiger 900 Rally Pro
Triumph Tiger 900 Rally Pro

Se gostou deste artigo e souber de alguém que também possa gostar, partilhe clicando no botão das redes sociais abaixo. Estará a ajudar-nos a divulgar e a continuar a nossa existência. O nosso muito obrigado desde já e boas curvas!

🗺️ A preparar a próxima viagem de mota?

♦Reserve as suas estadias através do Booking.com. Por lá encontramos sempre as melhores promoções e têm a facilidade de cancelamento gratuito.

♦Pagamentos no estrangeiro sem taxas e comissões? É fazer um cartão recarregável como o nosso! Abre grátis uma conta moey, por videochamada ou Chave Móvel Digital. Utiliza o nosso código e ganha 10 €. Começa logo a usar, sem custos e com cartão virtual e físico gratuito enviado para a morada de registo. Acede ao link aqui e associa o teu número antes de abrires conta.

♦Gostamos de viajar tranquilos. Como tal, em todas as nossas viagens além fronteiras, contratamos sempre um seguro de viagem que se enquadre no nosso perfil de viajantes aventureiros e independentes. Através da IATI encontrará boas opções para motociclistas. A IATI têm excelentes preços, atendimento em português e seguindo o nosso link ainda terá um desconto de 5%.

♦ Gostaria de fazer um dos nossos roteiros mas não tem mota? Ou prefere optar por alugar uma por uns dias? Utilize os serviços da Motorentour e encontrará uma frota de várias motas prontas para seguir uma aventura e uma equipa profissional  para dar solução às suas necessidades.

♦Sejam pequenas ou grandes travessias, se precisa de comprar uma viagem de ferry para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o DirectFerries.pt. Permite comparar os preços e horários das diferentes companhias e é por lá que encontramos os melhores preços.

♦Para alugar carro ou mota em qualquer destino, sugerimos o site de reservas Discover Cars. Uma plataforma que apresenta todas as opções e empresas disponíveis e tem facilidade e flexibilidade nas reservas.

Esta página contém links afiliados. Ao efectuar as suas reservas através destes links recebemos com uma pequena comissão. Não pagará mais por isso e estará a ajudar o blogue Quilómetro Infinito a continuar a sua existência. Muito obrigado!

2 Replies to “Review da Triumph Tiger 900 Rally Pro”

  1. Olá Patrícia e João “Infinito”,
    Desde já muitos parabéns pelo vosso blogue e partilha de aventuras.
    Já sigo o blogue há algum tempo e foi com agrado que vi esta review.
    Deixo-vos o desafio de dar mais contributo do género, não só de motas mas também de acessórios, vá, essenciais.
    Por exemplo, já usaram o GPS Beeline Moto?

    Saudações,
    Até ao infinito e mais além!

    1. quilometroinfinito says: Responder

      Olá Rafael tudo bem? Obrigado pela mensagem e pela sugestão eheh Quanto a ela, resta-nos dizer que existem neste espaço outros reviews de equipamento que utilizamos mas, naturalmente, não podemos dar feedback de algo que não usamos. Não conhecemos esse GPS e estamos contentes com o Garmin Xumo XT (com review aqui também). Para podermos fazer comparativos, reviews, etc de vários equipamentos teremos de ter o suporte das marcas facilitando o envio para podermos experimentar e partilhar (porque se estamos contentes com 1 gps não vamos comprar outro eheh transversal a todo o equipamento). Tentaremos dar o nosso melhor com aquilo que já usamos. Se for bom estará aqui. Se for mau estará aqui dito também. Boas curvas e obrigado!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

EnglishPortuguese
Quilómetro Infinito
%d bloggers like this: