Roteiro de viagem de mota à Roménia

Viagem de mota à Roménia. Em Transalpina.

Recém chegados de viagem, cumprimos agora a promessa de partilhar em detalhe o nosso roteiro de viagem de mota à Roménia. Este é um roteiro de sucessão de estradas míticas e cidades que as rodeiam. De travessia de países, muitas vezes a ritmo diário. De visitas a locais turísticos e divulgados, mas muito mais de visitas a locais pouco divulgados. Este é o roteiro de uma viagem repleta de lugares, aventuras, de pessoas, de histórias, de monumentos, de culturas e de muitos quilómetros que nos relembram a cada curva porque continuamos a andar de mota.

Há muito que uma viagem de mota à Roménia fazia parte dos nossos mundos sonhados. Um destino ousado em distância, que nos apelava a uma grande viagem pelo mundo desconhecido da Europa de Leste. Pairava a falta de informação e o preconceito muitas vezes injustamente associado ao país do Conde Drácula.

Roménia?!?! Vão ser assaltados! Vão ficar sem a mota! Já sabem que isso é terra de ciganos não sabem? Estão malucos?! Ora, é verdade que todas estas afirmações por vezes nos fizeram duvidar. Mas somos determinados ao ponto de querermos sempre confirmar com as nossas próprias rodas. Até à data, ainda nunca nos arrependemos de tamanha teimosia e a viagem até à Roménia não foi excepção.

Quanto mais informação reuníamos, mais entusiasmados ficávamos por conhecer o mítico país da Europa de Leste, cujo caminho para lá chegar tanto tem para oferecer. Programar um roteiro é parte da diversão e, depois de meses de pesquisa, chegámos ao plano final. Agora, e de regresso de terras tão carismáticas, partilhamos tudo como sempre! 

Sobre a Roménia

Localizada no centro sudeste da Europa, a Roménia é um país da antiga Dácia (província do Império Romano). Partilha fronteiras com a Hungria, Sérvia, Ucrânia, Moldávia e Bulgária e grande parte do seu território está inserido na extensa cordilheira dos Cárpatos. Por lá, percorrem-se as montanhas inseridas nos Cárpatos Orientais e Meridionais e, como seria de esperar, sucedem-se os locais espectaculares para percorrer de mota.

Esta vasta região possui todos os aliciantes de uma viagem de sonho sobre rodas, juntando os vestígios de um passado histórico deslumbrante com uma natureza pródiga. As estradas que por lá nos conduzem são ricas em variedades que alimentam a alma de um roteiro fabuloso. A Roménia é um paraíso para motards.

Ainda referindo as vizinhanças sugestivas, não podemos deixar de mencionar a proximidade aos Balcãs. Assim como o majestoso percurso do rio Danúbio que partilha fronteira com a Sérvia, e pela Roménia chega ao seu destino final desaguando no Mar Negro. Motivos não faltam para visitar este país que tanto têm para descobrir.

Estrada Panorâmica junto ao Danúbio. Dobreta Turnu - Moldova Noua, Roménia
Estrada Panorâmica junto ao Danúbio. Dobreta Turnu – Moldova Noua, Roménia

Ideia geral do roteiro

A inevitável e monótona travessia rápida de Espanha e França é a certeza de qualquer viagem mais além. Com a primeira etapa superada, foi já pelos confins de Itália, em Tarvisio e no sopé dos Alpes, que iniciámos o nosso modo de passeio.

Mónaco - Génova pela auto estrada.
Mónaco – Génova pela auto estrada. Viagem de mota à Roménia
Mónaco - Génova pela auto estrada.
Mónaco – Génova pela auto estrada. Viagem de mota à Roménia

Dos Alpes Julianos à Hungria

Rumámos à Eslovénia, onde os Alpes Julianos e o Triglav National Park há muito que nos prometiam estradas de panoramas arrebatadores. Passos de montanha rodeados pelos picos esbranquiçados das montanhas da região, vigorosas cascatas, gargantas dos rios e luxuriantes vales: Por lá testemunhámos grandes obras da natureza.

Logarska Dolina, Alpes Julianos, Eslovénia
Logarska Dolina, Alpes Julianos, Eslovénia

Seguimos até à Hungria percorrendo as margens do Lago Balaton, cuja imensidão nos deixa sem justa descrição possível. Por lá, percorremos os quilómetros da estrada panorâmica junto ao lago. O roteiro panorâmico que nos guia por entre antigos vinhedos de origem romana, castelos e termas. Sempre na companhia da luz resplandecente das águas de um dos maiores lagos da Europa.

Balatonvilágos, Lago Balaton, Hungria
Balatonvilágos, Lago Balaton, Hungria

Dedicámos um dia à capital do país, Budapeste. A cidade resultante da influência de diferentes impérios, do romano ao soviético e da convivência religiosa, oferece riqueza cultural única, que se destaca por entre as margens do rio Danúbio que a atravessa.

A Roménia de Norte a Sul

Cruzamos a última fronteira da Roménia no norte do país. De olho na Ucrânia, que nos espreitava da outra margem do rio. Por lá, somos de imediato remetidos a uma era que se assemelha ao início do século passado. Percorremos o Parque Natural de Maramures, testemunhamos o encanto da Rota dos Mosteiros de Bucovina e das antigas Igrejas de Madeira de Maramures.

Igrejas de Madeira de Maramures. Património da UNESCO. Roménia
Igrejas de Madeira de Maramures. Património da UNESCO. Roménia

Percorremos quilómetros de extensas florestas e rumamos à lendária região da Transilvânia, terras do temível Conde Drácula. As pequenas cidades fortificadas e algumas das estradas mais famosas da Roménia por lá nos aguardam: a Transfagarasan e a Transalpina.

Transfagarasan, Cárpatos, Roménia
Transfagarasan, Cárpatos, Roménia
Transalpina, Região da Transilvânia, Roménia
Transalpina, Região da Transilvânia, Roménia 🇷🇴

Depois de uma passagem pela capital Bucareste, rumámos a sul e a uma das rotas panorâmicas mais belas do país: o percurso pelas margens do rio Danúbio, entre Dobreta Turnu e Moldova Noua.

A entrada nos Balcãs

Atravessámos a Sérvia, mas não antes sem uma visita a Belgrado, a sua capital. Estávamos de novo dos Balcãs, rumo ao mar Adriático e à Croácia.

Ainda não era hora de voltar a Portugal. Afinal, a Croácia estava mesmo ali ao lado. De ilha em ilha percorremos as estradas de sonho iluminadas pelo brilho reluzente do majestoso do Adriático. O local por onde nos perdemos a banhos por uns dias antes de iniciar o regresso a casa.

Itália e o regresso a casa

Seguia-se Itália no mapa do nosso roteiro. Rica em património e natureza, é díficil optar por um percurso que não tenha tudo para ser recheado de monumentos e boas paisagens. Seguimos pelo Golfo de Trieste para Aquileia, antiga cidade romana. E, pelos extensos campos agrícolas de vinhedos, árvores de fruto e cereais, terminámos o nosso modo de passeio na Rota Vinícola junto ao Lago D’Iseo, em Bréscia.

Estrada costeira Grado - Aquileia. Itália
Estrada costeira Grado – Aquileia. Itália
Aquileia. Antiga cidade romana Património da UNESCO. Itália
Aquileia. Antiga cidade romana Património da UNESCO. Itália
Lago D'Iseo. Itália
Lago D’Iseo. Itália
Rota Vinícola no Lago D'Iseo. Itália
Rota Vinícola no Lago D’Iseo. Itália

Foi a partir do Porto de Savona que embarcámos num ferry com destino a Barcelona, em Espanha. E, apesar de esta ter sido uma viagem repleta de encantos, é também uma felicidade regressar ao nosso Portugal.

Para mais informações acerca das travessias de ferry na Europa consulte o nosso artigo aqui.

Roteiro detalhado de viagem de mota à Roménia

 🇪🇸 Espanha

Dia 1 – Batalha – Valladolid | 530 km 

 🇫🇷 França

Dia 2 Valladolid – Mónaco – Menton | 1250 km 

🇸🇮 Eslovénia, Alpes Julianos 

Dia 3 – Menton – Tarvisio – Kranjska Gora – Lago Bled | 800 km 

Dia 4 Bled – Kranjska Gora – Mangart Pass- Most na Soči – Vršič Pass – Soteska Vintgar – Lago Bohinj – Lago Bled | 350 km 

 🇭🇺 Hungria

Dia 5 – Lago Bled – Vellach Pass – Logarska Dolina – Slap Rinka – Solčava – Lago Balaton – Tihany – Siófok | 450 km 

⛴️ Ferry Tihany ⇔ Szántód (Travessia Lago Balaton)

Dia 6 Siófok – Balatonvilágos – Budapeste | 100 km 

🇷🇴 Roménia

Dia 7 – Budapeste – Satu Mare – Cemitério Alegre de Săpânţa – Mosteiro Peri-Săpânţa  – Săpânţa | 400 km 

Dia 8 – Săpânţa – Rota Igrejas de Madeira de Munţii Maramureşului – Prislop Pass – Fundu Moldovei | 200 km 

Dia 9 Fundu Moldovei – Rota dos Mosteiros de Bucovina – Fundu Moldovei | 150 km 

Dia 10 – Fundu Moldovei – Transrarau – Lago Bicaz – Bicaz Gorges – Mina de Sal de Praid – Sighişoara | 300 km 

Dia 11 – Sighişoara – Viscri – Brasov – Poiana Brasov – Castelo de Peles – Sinaia | 250 km 

Dia 12 – Sinaia – Bucegi Mountains – Bran – Castelo do Drácula – Bran Pass – Sinaia | 250 km 

Dia 13 – Sinaia – Bucareste | 120 km 

Dia 14 – Bucareste –  Curtea de Arges – Transfagarasan – Avrig | 300 km 

Dia 15 Avrig – Sibiu – Jina – Transalpina – Rânca | 250 km 

Dia 16 – Rânca – Dobreta Turnu Severin – Orsova –  Moldova Noua | 250 km 

 🇭🇷 Croácia

Dia 17 – Moldova Noua – Belgrado (Sérvia 🇷🇸 ) – Zagreb | 550 km 

Dia 18 – Zagreb – Velebit Natural Park – Karlobag – Biograd na Moru – Krka National Park – Šibenik | 450 km 

Dia 19 – Dia livre região de praia de Šibenik | 50 km 

Dia 20  Šibenik – Pag – Prizna – Jablanac | 180 km 

⛴️ Ferry  Zigljen ⇔ Prizna (Península de Pag – Croácia  Continental)

Dia 21 Jablanac – Ilha de Rab – Ilha Krk – Baska – Rijeka – Trieste – Grado – Aquileia  | 250 km 

⛴️ Ferry Stinica  ⇔ Misnjak (Croácia  Continental – Ilha de Rab)

⛴️ Ferry Lopar  ⇔ Valbiska (Ilha de Rab – Ilha Krk)

🇮🇹 Itália

Dia 22 – Aquileia – Bréscia – Rota Vinícola Franciacorta- Lago d’Iseo – Bréscia  | 450 km 

Dia 23 – Bréscia – Génova – Savona – Porto de Savona  | 250 km 

⛴️ Ferry Savona ⇔ Barcelona (Itália – Espanha)

🇪🇸 Espanha 

Dia 24 – Barcelona – Zaragoza  | 300 km

Dia 25 Zaragoza – Batalha | 850 km

Quilómetros totais: 9000 km

Mapa detalhado do roteiro de viagem de mota à Roménia

Para consultar o mapa em detalhe, clique sobre ele ou utilize o canto superior direito para abrir directamente na página do Google Maps. Poderá fazer o zoom necessário para ver a rota em pormenor e exportar para outro software.

Informações práticas para uma viagem de mota à Roménia

Ambiente e segurança

Durante os vários dias em que viajámos pelo país, não tivemos um único episódio negativo. Sim, pela Roménia encontram-se muitas pessoas da comunidade cigana, mas é também verdade que se os soubermos respeitar, eles também nos respeitam. Na verdade, quem é o maluco que vai chatear um cigano? Os ciganos são uma minoria no país e mesmo pelos locais mais remotos, sempre que com eles nos cruzámos, não sentimos qualquer espécie de ameaça. 

Se em locais isolados não tivemos problemas e muito menos sensações de insegurança, também pelas grandes cidades (incluíndo a capital) o padrão se mantém. A Roménia é um país seguro para viajar de mota e os cuidados de segurança a ter, são os mesmos do que na Europa em geral.

Viagem de mota à Roménia
Viagem de mota à Roménia

Postos de combustível

Abastecer a mota pela Roménia não é problema, pois a frequência de postos de combustível é grande. Deve apenas ter especial atenção ao fazer circuitos pelas montanhas e abastecer com boa margem de autonomia. O preço da gasolina é dos mais baratos da Europa. No entanto, para o custo de vida no país, é caro. Consulte aqui os preços actuais da gasolina na Roménia.

Pagamento de estradas

Circular na Roménia pelas auto estradas ou estradas com portagem é completamente gratuito para motas. Não necessita de comprar qualquer vinheta.

Conduzir na Roménia

De um modo geral, por todo o país o comportamento ao volante dos condutores é ordenado e pacífico. Em especial na capital, onde o trânsito é mais intenso, recomendamos apenas que evite entrar e sair da cidade nas horas de maior movimento (início da manha e final da tarde).

Qualidade das estradas

Um pouco por todo o país decorrem obras de reabilitação/construção de estradas. No entanto, ainda muito há a melhorar e muitas estradas da Roménia são de má qualidade.

Nada de impeditivo, apenas é importante ter noção que se tornam mais cansativas de percorrer, atrasam a chegada ao destino final e aumentam o nível de insegurança, pois nunca se sabe o que estará na próxima curva.

Conduzir no país exige máxima concentração. Na mesma estrada existem troços recém pavimentados em excelente qualidade alternados por outros repletos de buracos. Não assuma que encontrará o mesmo padrão de qualidade durante muitos quilómetros e conduza com prudência.

Dica:

A estrada NRº7/E81 que atravessa as Făgăraș Mountains, na região da Transilvânia, foi outrora um percurso panorâmico a não perder. Por lá percorre-se o famoso vale do Rio Olt que une a cidade de Râmnicu Vâlcea a Sibiu.

Percorremos os quase 80 km de estrada e este foi o único local da Roménia que hoje excluiríamos do nosso roteiro. O país têm poucas auto estradas pelo que, em certos locais, as rotas comerciais sobrecarregam as estradas com trânsito intenso. É o caso deste percurso em particular, que hoje é uma rota com centenas de camiões e todo o tipo de viaturas no geral, que fazem manobras perigosas com a ânsia de chegar mais rápido ao seu destino. 

Além do caos no trânsito, o pavimento apresenta troços de má qualidade com muitos buracos na estrada. Um percurso a evitar.

Viagem de mota à Roménia
Vale do Rio Olt, Viagem de mota à Roménia

Controlo de fronteiras

O Roménia é um país membro da União Europeia. Como tal, todos os cidadãos europeus podem cruzar as fronteiras do país apenas com a apresentação do Cartão de Cidadão.

O Documento Único da mota e a carta verde do seguro são os documentos verificados na entrada no país. Não é necessário nenhum pedido de extensão territorial para o seguro da mota.

Ao contrário da maioria dos países europeus, para entrar na Roménia todos os veículos e pessoas estão sujeitos a controlo de fronteiras. Como tal, é necessário contar com alguma demora para entrar/sair do país (cerca de 30min a 1h em média)

Moeda em circulação e levantamento de dinheiro

Apesar de ser um país membro da União Europeia, a moeda em circulação não é o Euro mas sim o Leu Romeno (RON). Por ser o método mais vantajoso economicamente, optámos por levantar dinheiro nos multibancos locais em vez de cambiar dinheiro. A rede multibanco é vasta e aceita a maioria dos cartões multibanco. O nosso banco em particular não cobra comissões de levantamentos, pagamentos ou taxas de qualquer espécie, mas é uma questão a confirmar com a sua instituição bancária.

Quando ir e clima

O clima na maior parte da Roménia é do tipo continental temperado com quatro estações distintas. Os Cárpatos influenciam directamente o clima no país. Nas regiões inseridas nestas montanhas os Invernos são frios e a neve reveste de branco a região.

Por esse motivo, sugere-se que escolha o Verão para uma viagem de mota pelo país. Algumas estradas de montanha essenciais a qualquer roteiro, estão abertas apenas na estação quente e também por esse motivo é a época ideal para realizar a viagem.

A Transfagarasan, estrada mais famosa da Roménia e considerada uma das melhores do mundo, tem datas de abertura oficiais na temporada entre 1 de Julho a 31 de Outubro. Se pretende percorrer este percurso durante uma viagem à Roménia é importante que defina a sua viagem entre estas datas. Consulte os detalhes na página oficial aqui.

Transfagarasan, Cárpatos, Roménia
Transfagarasan, Cárpatos. Viagem de mota à Roménia

Este é o nosso roteiro detalhado de viagem de mota à Roménia. Em breve partilhamos tudo o que sabemos sobre os países atravessados, os locais a não perder, as melhores estradas e muitas outras informações. Para já, sugerimos que coloque a Roménia nos próximos planos de viagem com a promessa de que não desiludirá.

Uma vez por ano vá a algum lugar onde nunca esteve antes”, Dalai Lama.  Nós, sobre as rodas da nossa fantástica companheira de estrada, tentaremos sempre que podermos seguir tão sábio conselho. Viajar de mota é inspirador!

 

Se gostou deste artigo e souber de alguém que também possa gostar, partilhe clicando no botão das redes sociais abaixo. Estará a ajudar-nos a divulgar e a continuar a nossa existência. O nosso muito obrigado desde já e boas curvas!

2 Replies to “Roteiro de viagem de mota à Roménia”

  1. Grande Viagem! Gostei de ler este Vosso Excelente Guia! Como conheço e também gosto, de alguns dos locais aqui referidos, fico contente pelo facto de as Vossos espectativas não terem sido defraudados. Boa condição de Boas Viagens!!

    1. quilometroinfinito says: Responder

      José Morgado muito obrigado uma vez mais! Adorámos a Roménia. É um país surpreendente. Sem dúvida que o seu feedback positivo nos incentivou ainda mais a seguir os nossos planos! Obrigado!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: