Visitar a Ilha de Skye – Roteiro pelos melhores locais | Escócia

Visitar a ilha de Skye. Uma viagem de mota pela Escócia e Terras Altas.

Visitar a Ilha de Skye sempre projectou em nós, um sentimento mágico alimentado ao longo dos anos pelos muitos filmes, livros e tantas edições sobre viagens filmadas pela indomável Escócia. E, se num primeiro momento a planear a nossa viagem pelo Reino Unido, nos passou pelas ideias fugir da azáfama turística que a sua notoriedade lhe conferiu, concluímos de imediato que jamais nos perdoaríamos de lá ter estado tão perto sem a visitar.

Tínhamos de ir à ilha de que todos falam. Tínhamos de ir à ilha que todos visitam quando pela Escócia se perdem em viagem. Assim, acabados de completar o percurso pela North Coast 500, uma das mais belas rotas da Escócia, a Ilha de Skye tornou-se na etapa seguinte.

Sobre a Ilha de Skye

Skye, na Escócia, é uma ilha panorâmica mundialmente conhecida pelas suas paisagens acidentadas em torno de montanhas e falésias dramáticas junto ao mar. Com um território insular com mais de 80 km de comprimento esta é a maior ilha das Hébridas Interiores, o arquipélago da costa oeste escocesa, no qual está inserida.

Portree é a capital. Uma pequena e colorida cidade costeira perfeitamente aninhada numa enseada pitoresca. Dunvengan, Uig, Edinbane e Staffin são as principais aldeias a visitar no norte da ilha. Já no sul, Broadford, Armadale, Carbost, Elgol e Kyleakin são as pequenas aldeias que se destacam.

Visitar a ilha de Skye: Portree
Portree, a capital da Ilha de Skye
Locais a Visitar na Ilha de Skye: Loch Dunvegan
Locais a Visitar na Ilha de Skye: Loch Dunvegan
Locais a Visitar na Ilha de Skye: Loch Dunvegan
Locais a Visitar na Ilha de Skye: Loch Dunvegan

Skye é repleta riqueza histórica e natural

Todas, rodeadas de notáveis atracções naturais, históricas e culturais, por onde perder-se em duas rodas proporciona um roteiro majestoso. Além de uma inquestionável beleza natural, a ilha tem uma riqueza histórica diversificada. Desde vestígios fósseis de dinossauros, às guerras de clãs, passando pelas rebeliões Jacobitas que originaram durante anos uma guerra de tronos. Visitar os seus castelos, os inúmeros miradouros, ou até mesmo um dos inúmeros trilhos pedestres, são actividades a incluir na lista de lugares para a visitar a Ilha de Skye.

Da ilha irradiam centros montanhosos imponentes, dominados por encostas rochosas de formatos peculiares. The Storr, Marsco ou Beinn na Caillich entre outras, são as montanhas que aprisionam o olhar, enquanto se percorrem as fabulosas estradas que pela ilha se multiplicam. 

De silhueta inconfundível, a ferocidade da geologia, os incontáveis lagos e falésias, os ares marítimos, as pequenas baías costeiras rendilhadas pelos rochedos e pelo mar. Skye é um paraíso natural inesquecível, revestido por um manto verde luxuriante que lhe confere a beleza especial que há apenas nos ares da Escócia. 

Visitar a ilha de Skye. Uma viagem de mota pela Escócia e Terras Altas.
Visitar a ilha de Skye. Uma viagem de mota pela Escócia e Terras Altas.
Visitar a ilha de Skye. Uma viagem de mota pela Escócia e Terras Altas.
Visitar a ilha de Skye. Uma viagem de mota pela Escócia e Terras Altas.

Roteiro para visitar a Ilha de Skye

Skye Bridge, logo depois da pequena cidade de Kyle of Lochalsh, é a porta de entrada em Skye, pela principal estrada da ilha, a A87. Banhada pelos mares que a rodeiam, em todas as direcções surgem enseadas de água salgada, revestidas por algas marinhas de tons amarelados e esverdeados que flutuam ao ritmo das marés.

A estrada, ondula entre pequenas elevações com o mar de um lado e as paredes montanhosas do outro. Loch Sligachan e Loch Ainort entre outros, adornam a zona costeira e maravilham os visitantes desde a entrada em Skye.

De Kyle of Lochalsh a Portree, percorremos as quatro estações em menos de uma hora. Chuva forte, chuva moderada, sol radioso e nevoeiro cerrado, sempre com o ar gélido a bater-nos no rosto. A Escócia é assim, imprevisível.

 

Portree, a capital da Ilha de Skye

Chegados à colorida Portree, o ambiente que por lá se sente sugere uma caminhada por entre as suas ruelas cheias de vida. Deambulando entre o pequeno porto repleto de pequenas embarcações, muitas lojas tradicionais e pequenos restaurantes, onde os sabores do mar são a especialidade. Elegemos um deles para um almoço especial. Aquele que se diz o melhor da cidade e cuja fila para almoçar se forma muito tempo antes de abrir as portas: Sea Breazes, Portree.

Visitar a ilha de Skye: Portree
Visitar a ilha de Skye: Portree
Restaurante Sea Breezes Portree
Restaurante Sea Breezes Portree

The Old Man of Storr, as cascatas e os castelos do norte de Skye

Voltando à estrada, segue-se The Old Man of Storr. Um local de interesse geológico onde vários pináculos rochosos, de estranhas formas, se alinham na vertente montanhosa e formam aquilo que é considerado uma espécie de santuário natural. De lá, toma-se o ponto de partida para muitas caminhadas pela montanha de Storr.

Cascata de Leat, Miradouro de Kilt Roak e a Cascata de Mealt, Castelo de Duntulm ou The Fairy Glen, são outros dos locais de paragem pelo norte de Skye. Todos em torno da montanha de Quiraing que esconde uma das passagens de montanha mais belas da ilha.

The Old Man of Storr
The Old Man of Storr

Quiraing Mountain Pass, Ilha de Skye

Apesar da ilha de Skye ser repleta de montanhas sugestivas, apenas Quiraing nos permite a passagem por um percurso pavimentado que nos leva às alturas com vista para o mar. Uma estreita estrada, de declive acentuado, e muitas vezes afectada por fortes ventanias, une as cidades de Uig e Staffin e é um percurso motociclístico obrigatório.

A passagem pela montanha de Quiraing é possível pelos sucessivos deslizamentos de terra ao longo dos anos. Um percurso em contínua modelação, alvo de manutenção anual sempre que a neve desaparece das suas encostas. Cerca de 17% de inclinação, ao longo de um percurso de faixas de passagem única, Quiraing Pass promete boas curvas.

Visitar a Ilha de Skye: Quiraing Pass
Visitar a Ilha de Skye: Quiraing Pass
Visitar a Ilha de Skye: Quiraing Pass
Visitar a Ilha de Skye: Quiraing Pass

Ardmore Bay e Loch Dunvegan, Ilha de Skye

É pelas estradas que circundam a baía de Ardmore e Loch Dunvegan, que a Skye movimentada e frenética fica para trás. Aqui, por estradas pequenas e desertas que terminam no mar, respiram-se os ares de uma ilha pacata e de paisagem praticamente intocada.

Feita de pequenos povoados, de casario tradicional. O som é de mar e do tilintar dos chocalhos das ovelhas. Paramos a mota na estrada. Naquela onde ninguém passou pelos largos minutos que por lá passámos, apenas a contemplar o cenário avassalador que nos rodeava.

Nesta ilha, são tantas as combinações para traçar uma rota que o melhor plano é deixar-se levar e percorrer todas as finitas estradas que por lá se encontram! Sim, são mesmo finitas. Geralmente todas acabam no mar e obrigam percorrer o mesmo caminho para o regresso. Agora, com uma nova perspectiva que não desilude em nenhum momento.

"<yoastmark

"<yoastmark

"<yoastmark

De Dunvegan a Sligachan, no coração de Skye

Contornando a ilha quase na totalidade junto à costa, é hora de rumar ao coração de Skye. E num horizonte montanhoso e imponente, segue-se pela pequena estrada A863, a estrada que liga Dunvegan a Sligachan, atravessando a ilha numa diagonal curvilínea. De pavimento excepcional que se desenrola por uma estrada permissiva, que ondula entre paisagens naturais soberbas. Este é outro dos percursos motociclísticos de eleição em Skye.

Dunvegan a Sligachan, o coração de Skye. Estrada A863
Dunvegan a Sligachan, o coração de Skye. Estrada A863
Dunvegan a Sligachan, o coração de Skye. Estrada A863
Dunvegan a Sligachan, o coração de Skye. Estrada A863
Dunvegan a Sligachan, o coração de Skye. Estrada A863
Dunvegan a Sligachan, o coração de Skye. Estrada A863

✅Informações práticas para visitar a Ilha de Skye

  • Conduzir do lado esquerdo da estrada é a regra que o mundo não britânico têm que cumprir quando conduz pelas estradas do Reino Unido. Skye é um dos locais mais frequentados do país por visitantes do mundo inteiro. Na azáfama da exploração turística esquecem-se frequentemente de circular pelo lado correcto. Aqui deve conduzir com maior prudência e a forte sinalização que por lá se nota, reforça isso mesmo.
  • Devido à grande afluência turística, o controlo policial no estacionamento é intensificado. Assim, dentro das povoações, não facilite a estacionar a mota em cima de passeios, faixas amarelas ou qualquer outro local que não seja para o feito.
  • Assim como por todo o país de forma geral, circular de mota por Skye é aconselhado apenas nos meses de Primavera e Verão. Nos restantes períodos muitas estradas estarão cobertas por neve. Entre Maio a Setembro é a altura ideal, sendo os meses de Julho e Agosto os de maior movimento.

Alojamento na Ilha de Skye

Skye é um dos destinos turísticos mais populares do Reino Unido. Como tal, os preços dos alojamentos são elevados e escasseiam nas épocas mais movimentadas (Maio a Setembro). Existem opções que vão desde os parques de campismo, às pequenas cabines de madeira denominadas de pod’s, aos famosos Bed & Breakfast até aos hotéis.

Depois de muita pesquisa, com meses de antecedência (ver aqui as nossas dicas para viajar mais), optámos pelos simpáticos pod’s que se revelaram uma experiência fabulosa a um preço apelativo.

Os formatos são similares, mas as comodidades interiores variam nas diversas opções que pela ilha se encontram. Casa de banho privada, uma pequena cozinha e uma cama confortável pareceram-nos ser as exigências necessárias a uma estadia memorável pela ilha. Assim, o Skeabost View Pods Skye foi o nosso alojamento eleito.

Longe da azáfama dos locais mais movimentados, implantado num planalto habitado maioritariamente por rebanhos de ovelhas e manadas de bovinos, este foi o nosso refúgio em Skye por 2 noites. Clique para mais informações, ler reviews de outros hóspedes e reservar a estadia em Skeabost View Pods Skye.

Alojamento na Ilha de Skye: Skeabost View Pods
Alojamento na Ilha de Skye: Skeabost View Pods
Alojamento na Ilha de Skye: Skeabost View Pods
Alojamento na Ilha de Skye: Skeabost View Pods

Transporte para a ilha (Entrada/Saída) Como chegámos à Ilha de Skye? 

1 – Por estrada desde a Skye Bridge em Kyle of Lochalsh:

A partir de Kyle of Lochalsh chega-se à famosa Skye Bridge, a ponte que une a ilha ao resto do território. Esta foi a nossa opção de entrada em Skye, vindos de norte e das Terras Altas no final do percurso pela North Coast 500 (NC500).

2 – Por ferry na rota Kylerhea – Glenelg:

Existe também uma outra opção de travessia de ferry a poucos quilómetros de Armadale, na pequena aldeia de Kylerhea. Esta, feita através de um rudimentar ferry, que nos conduz à pequena rota de panorâmica de Glenelg. Para reservar bilhetes e todas as informações de horários e travessias aqui.

3 – Por ferry na rota Armadale – Mallaig:

Porque procurar novos caminhos é sempre o nosso objectivo (O nosso Tom Tom Rider 550 parece que também navega por mares!), deixámos a ilha de Skye a bordo do pequeno ferry que faz a ligação da pequena aldeia de Armadale a Mallaig.  Para reservar bilhetes e todas as informações de horários e travessias aqui.

Visitar a ilha de Skye: Ferry Armadale - Mallaig
Visitar a ilha de Skye: Ferry Armadale – Mallaig
Visitar a ilha de Skye: Ferry Armadale - Mallaig
Visitar a ilha de Skye: Ferry Armadale – Mallaig

Dica Quilómetro Infinito:

Apesar da Ilha de Skye ser um movimentado destino turístico, a escassez de horários disponíveis e a capacidade muito limitada do ferry, fazem com que esta seja uma rota onde os bilhetes esgotam facilmente, mesmo com dias de antecedência.

Assim, e porque as alternativas por estrada podem somar centenas de quilómetros ao seu roteiro, recomendamos que reserve os bilhetes online.

Precisa de mais informações sobre as viagens de ferry? Como comprar bilhetes ou dicas sobre o embarque com a mota? Consulte aqui a nossa publicação.

Visitar a ilha de Skye: Ferry Armadale - Mallaig
Visitar a ilha de Skye: Ferry Armadale – Mallaig

Mapa do Percurso – Visitar a Ilha de Skye em 2 dias

Para consultar o mapa em detalhe, clique sobre ele ou utilize o canto superior direito para abrir directamente na página do Google Maps. Poderá fazer o zoom necessário para ver a rota em pormenor ou exportar para o GPS como preferir. Clicando no canto superior esquerdo, é também possível ler a legenda do mapa em detalhe.

Total de quilómetros do percurso: 370 km

Tempo aconselhado para a visita: 2 dias

Enquadramento no roteiro de viagem de mota pelo Reino Unido e Irlanda:

⬅️ Etapa anterior: North Coast 500 rumo a Jonh Ogroat’s

➡️ Etapa seguinte: Glencoe e Loch Lomond & The Trossachs National Park

Consulte abaixo os nossos artigos já publicados muitos mais detalhes de todas as regiões visitadas no nosso grande roteiro pelo Reino Unido e Irlanda:

Se gostou deste artigo e souber de alguém que também possa gostar, partilhe clicando no botão das redes sociais abaixo. Estará a ajudar-nos a divulgar e a continuar a nossa existência. O nosso muito obrigado desde já e boas curvas!

🗺️ A preparar a próxima viagem de mota?

♦Reserve as suas estadias através do Booking.com. Por lá encontramos sempre as melhores promoções e têm a facilidade de cancelamento gratuito.

♦Gostamos de viajar tranquilos. Como tal, em todas as nossas viagens além fronteiras, contratamos sempre um seguro de viagem que se enquadre no nosso perfil de viajantes aventureiros e independentes. Seja através da World Nomads ou da IATI encontrará boas opções para motociclistas. A IATI têm excelentes preços, atendimento em português e seguindo o nosso link ainda terá um desconto de 5%.

♦Sejam pequenas ou grandes travessias, se precisa de comprar uma viagem de ferry para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o DirectFerries.pt. Permite comparar os preços e horários das diferentes companhias e é por lá que encontramos os melhores preços.

Esta página contém links afiliados. Ao efectuar as suas reservas através destes links recebemos com uma pequena comissão. Não pagará mais por isso e estará a ajudar o blogue Quilómetro Infinito a continuar a sua existência. Muito obrigado!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: