Portugal de Este a Oeste pela Estrada N222

A estrada N222 é a estrada nacional que une Almendra, no interior norte do país, a Vila Nova de Gaia, no litoral norte de Portugal. Um percurso quase linear quando o observamos sobre o mapa, mas que se desenvolve na realidade entre mil e uma curvas ao longo da margem esquerda do majestoso rio Douro. A N222 leva-nos a conhecer algumas das mais belas paisagens do mundo.

Com uma extensão aproximada de cerca de 230 km, a estrada N222 liga Portugal de Este a Oeste, atravessando regiões de fama internacional como o Parque Arqueológico do Vale do Côa ou o Alto Douro Vinhateiro.

Estrada N222 no Vale do Côa
Estrada N222 no Vale do Côa

Parte do seu percurso, foi recentemente distinguido internacionalmente como uma das melhores estradas do mundo para conduzir. A distinção diz respeito aos cerca de 25 km que acompanham o rio Douro entre os arredores do Peso da Régua e o Pinhão. Aqui a nobreza do Douro é superior e o traçado atravessa campos de vinhas, luxuriantes quintas dos vinhos do Porto e uma exuberante vegetação ribeirinha. O rio e a estrada unem-se naquele que é um percurso carregado de encantos.

A Estrada N222 entre o Pinhão e a Régua.
A Estrada N222 entre o Pinhão e a Régua.
A Estrada N222 entre o Pinhão e a Régua. Viagens de moto por Portugal
Estrada N222 entre o Pinhão e a Régua. Viagens de moto por Portugal

N222 e os seus encantos em toda a sua extensão

Mas dos 230 km de um traçado majestoso, curvilíneo e por entre as silhuetas das colinas que rodeiam o exuberante Douro, porquê apenas 25 km foram referidos? A nossa única explicação é que, provavelmente, quem visitou a N222 não teve oportunidade de a percorrer na sua totalidade.

Dividimos por isso o traçado em três distintas partes. Tendo em conta as características que valorizamos para classificar um percurso de excelência para os amantes das duas rodas: qualidade do traçado, beleza natural e densidade populacional. Abaixo identificamos cada uma delas, identificando alguns locais a visitar nos arredores do percurso.

Parte I – Estrada N222 de Almendra ao Pinhão – 80 km

  • Qualidade do traçado: ★ ★ ★ ★ ★
  • Beleza natural: ★ ★ ★ ★ ★
  • Densidade populacional: ★ ★ ★ ★ ✰ (pouco povoado)
  • Classificação: ★ ★ ★ ★ ★

Em pleno no interior norte de Portugal, respirando os ares da sub-região do Douro na sua fronteira com Trás-os-Montes, a pequena aldeia de Almendra recebe a N222 junto à Capela de Nossa Senhora da Misericórdia. O percurso inicia-se percorrendo o antigo pavimento de calçada de granito, no interior da povoação e sugere uma primeira paragem poucos quilómetros adiante, na aldeia de Castelo Melhor.

O cultivo da amêndoa e azeitona nesta região é um dos seus principais símbolos. Pelas colinas que rodeiam o soberbo traçado da N222, amendoeiras e olivais dominam os campos. Do alto do Miradouro de São Gabriel, contempla-se o horizonte em tons acastanhados, salpicado pelo verde tímido das árvores, testemunhando em primeira mão o cultivo que tanta beleza lhe confere. Na Primavera, aqui se entra na Rota das Amendoeiras em Flor e o festival de cores ganha outra vida.

Entre os vales dos rios Côa e Douro

Protegidas pelo isolamento ou pelas escarpadas montanhas que separam os vales do Côa e do Douro, as aldeias dos arredores ligam-nos à história do território como se o tempo por elas não tivesse passado. Almenda, Castelo Melhor e Vila Nova de Foz Côa, entre outras são os pequenos desvios à N222 que recomendamos. A estrada é aqui a obra mais moderna, onde o sublime pavimento a espectacularidade do seu traçado nos faz sentir invadidos pelo mágico sentimento de a percorrer de mota. Tanto por aqui há a chamar-nos para uma paragem demorada.

Estrada N222 no Vale do Côa
Estrada N222 no Vale do Côa
Castelo de Castelo Melhor, Estrada N222
Castelo Melhor, Estrada N222
Castelo de Castelo Melhor, Estrada N222
Castelo de Castelo Melhor, Estrada N222

O Vale do Côa é um dos locais mais conhecidos do mundo, não apenas pela sua beleza natural, mas por ser um dos sítios de arte rupestre mais importantes. Aqui, e e nas vizinhanças da N222, se encontra uma rara concentração de arte rupestre em gravuras de pedra. Um dos mais antigos registos de actividade humana existentes no mundo, onde se sugere uma paragem. O Parque Arqueológico do Vale do Côa é o local ideal para começar, onde no topo da montanha o local é por si só um miradouro natural. Ali a N222 destaca-se na paisagem a seus pés, onde o Côa encontra o Douro.

Parque Arqueológico do Vale do Côa
Parque Arqueológico do Vale do Côa
Castelo Melhor - Vila Nova de Foz Côa - Estrada N222
Castelo Melhor – Vila Nova de Foz Côa – Estrada N222

A entrada no Douro Vinhateiro

Deixando para trás os amendoais e olivais, o percurso da N222 a partir de Vila Nova de Foz Côa leva-nos gradualmente a entrar na região do Alto Douro Vinhateiro. Aqui os vinhedos prolongam-se por extensões intermináveis, implantados em harmoniosos socalcos das montanhas. Resultado do esforço do Homem que habita a zona há milhares de anos, modelando continuamente a paisagem

O Douro Vinhateiro é a mais antiga região vitícola regulamentada do mundo. Aqui a paisagem cultural combina a natureza monumental do vale do Douro, feito de encostas íngremes e solos pobres, com a acção ancestral e contínua do Homem que aqui adaptou o espaço às suas necessidades.

O Império Romano no Douro

Com o estatuto reconhecido pela UNESCO como Património da Humanidade, a relação entre a actividade humana e a natureza permitiu a criação de um ecossistema único, desde tempos muito longínquos. A valorização da região remonta ao período da ocupação romana e desde então sofreu progressiva evolução. Como testemunho da vida passada nos tempos modernos, saltam-nos ao caminho as Ruínas Romanas do Prazo, a menos de 2 km do traçado da N222, cuja visita se recomenda.

O percurso pela N222 atravessa regiões marcadas por inúmeros miradouros que merecem um desvio ao traçado principal. O Miradouro de São Salvador do Mundo e o de Varguelas são nesta etapa a sugestão. O desvio leva-nos a percorrer a pequena estrada alternativa, muitas vezes desconhecida dos visitantes. Recompensa os mais curiosos com as mais soberbas miragens do rio Douro.

Ruínas Romanas do Prazo.
Ruínas Romanas do Prazo.
São João da Pesqueira - Ervedosa do Douro Côa - Estrada N222
São João da Pesqueira – Ervedosa do Douro Côa – Estrada N222
São João da Pesqueira - Ervedosa do Douro Côa - Estrada N222
São João da Pesqueira – Ervedosa do Douro Côa – Estrada N222

Locais a visitar ao longo da Estrada N222 de Almendra ao Pinhão

  • Castelo de Castelo Melhor
  • Miradouro de São Gabriel, Castelo Melhor
  • Gravuras Rupestres da Penascosa
  • Parque Arqueológico do Vale do Côa
  • Vila Nova de Foz Côa
  • Ruínas Romanas do Prazo, Freixo de Numão
  • Miradouro de São Salvador do Mundo
  • Miradouro de Varguelas
  • São João da Pesqueira

Parte II –Estrada N222 do Pinhão ao Peso da Régua – 25 km

  • Qualidade do traçado: ★ ★ ★ ★ ★
  • Beleza natural: ★ ★ ★ ★ ★
  • Densidade populacional: ★ ★ ★ ✰ ✰ (moderadamente povoado)
  • Classificação: ★ ★ ★ ★ ✰

A aproximação à região do Pinhão, é a entrada na N222 no troço distinguido como melhor estrada do mundo para conduzir. Exageros à parte, pois é sempre difícil eleger apenas um local de tamanha classificação, concordamos com a beleza avassaladora do percurso.

Aqui os vinhedos são rodeados a cada esquina pelas luxuosas e imponentes quintas do Vinho do Porto. Esta é uma das mais nobres regiões do Douro. A estrada N222 segue maioritariamente à beira rio e é aqui a espinha dorsal de uma rede de estradas e estradinhas repletas de interesse natural, motociclístico e gastronómico.

No rio Douro navegam os cruzeiros que revelam outra perspectiva aos visitantes. Na Eclusa da Barragem da Régua contempla-se a fascinante obra da engenharia moderna feita para permitir a sua passagem.

Já lhe tínhamos dedicado anteriormente uma publicação, pelo que para mais informações consulte aqui: A N222 entre o Pinhão e a Régua, a mais bela estrada do mundo.

Pinhão
Pinhão
EN222 entre o Pinhão e a Régua. Rio Douro
Estrada EN222 entre o Pinhão e a Régua. Rio Douro
EN222 entre o Pinhão e a Régua. Rio Douro
EN222 entre o Pinhão e a Régua. Rio Douro
EN222 entre o Pinhão e a Régua. Rio Douro
EN222 entre o Pinhão e a Régua. Rio Douro

Locais a visitar ao longo da Estrada N222 do Pinhão ao Peso da Régua

  • Miradouro de Casal de Loivos
  • São Leonardo da Galafura
  • Pinhão
  • Peso da Régua

Parte III –Estrada N222 do Peso da Régua a Vila Nova de Gaia – 130 km

  • Qualidade do traçado: ★ ★ ★ ★ ✰
  • Beleza natural: ★ ★ ★ ✰ ✰
  • Densidade populacional: ★ ✰ ✰ ✰ ✰ (muito povoado)
  • Classificação: ★ ★ ★ ✰ ✰

O percurso entre o Peso da Régua e Vila Nova de Gaia é o maior, o mais extenso e a mais povoado da estrada N222 segundo a nossa divisão. Aqui o Douro Vinhateiro fica para trás, assim como as paisagens preenchidas pelos socalcos de vinhedos. Gradualmente a partir do Peso da Régua, a N222 avança por entre um balcão panorâmico sugestivo, de olhos sempre postos no Douro.

A rota das cerejas de Resende

Agora, os socaldos do Douro são decorados com os cerejais de Resende, preenchidos pelos inúmeros caminhos rurais da Rota do Românico e pela magia do Rio Bestança, que se cruza com a N222 para desaguar no Douro. O belo final do seu curso desde a Serra de Montemuro, que ali nos espreita no horizonte sul.

As panorâmicas sobre o rio Douro serão de cortar a respiração ao longo de todo o percurso, com o seu ponto alto na Panorâmica para o Douro e o Bestança.

Agora o roteiro pela N222 é feito atravessando pequenos núcleos habitacionais com maior frequência, lugarejos encantadores que escondem em si uma riqueza cultural enorme. Terras sucessivamente ocupadas por entre distintos povos, desde os árabes e romanos. Todos por lá deixaram o seu contributo que marcou eternamente a alma e arquitectura da região.

A partir de Castelo de Paiva, a N222 as vistas sobre o rio Douro tornam-se quase imperceptíveis. A densa vegetação que rodeia o seu traçado aqui se intensifica.

Vila Nova de Gaia a Foz do Douro e o final do percurso da N222

Quilómetros depois, em Vila Nova de Gaia termina a N222. Aqui, a cidade convida a uma visita ao Cais de Gaia para, por fim, contemplar o rio Douro que ali desagua no mar. O rio construiu um curso soberbo, conquistando paisagens e alimentando culturas e povoações, oferecendo-lhes algumas das mais maravilhosas paisagens do mundo ao longo das suas margens.

Rio Douro no Cais de Gaia
Rio Douro no Cais de Gaia
Pôr do sol no Cais de Gaia
Pôr do sol no Cais de Gaia

Locais a visitar ao longo da Estrada N222 do Peso da Régua a Vila Nova de Gaia

  • Sé Catedral de Lamego
  • Peso da Régua
  • Resende
  • Cinfães
  • Vista Panorâmica para o Douro e o Bestança
  • Vale do Bestança
  • Castelo de Paiva
  • Cais de Gaia, Vila Nova de Gaia

Sugestão de Alojamento ao longo da Estrada N222

São inúmeras as opções de alojamento ao longo da totalidade do percurso. Quer inicie a rota em Vila Nova de Gaia ou em Almendra, abaixo indicamos sugestões nos extremos do traçado (Foz Côa e Vila Nova de Gaia) e sua zona central (Pinhão, Lamego, etc).

Dica:

Restaurante e Casa Rural do Almocreve, Baião

Ligeiramente deslocado do itinerário, sempre que rumamos à região elegemos a Casa do Almocreve para pernoitar. Um pequeno alojamento rural, inserido numa aldeia simples e longe de locais mais turísticos, na Casa do Almocreve encontramos um refúgio para nós e para a nossa mota, assim como o restaurante integrado no alojamento que nos proporciona deliciosas refeições. Do Bife à Almocreve que nos relembra os cozinhados dos avós, ao assados no forno e ao Bolo de Noz para sobremesa, é por lá que estacionamos sempre que possível. Para mais informações de reservas e preços clique aqui: Casa do Almocreve.

Casa do Almocreve
Casa do Almocreve

Informações práticas sobre a Estrada N222

♦Vale a pena percorrer toda a extensão?

A pergunta que tanto nos fazem. Se viajar com tempo limitado e pretender usufruir os melhores locais da N222, sugerimos que inicie/termine o percurso na região de Castelo de Paiva. De lá até Vila Nova de Gaia, o percurso perde interesse por se prolongar maioritariamente entre eucaliptos em ambos os lados, que escondem o rio que algures por ali segue o seu caminho para a foz.

♦Quando ir?

Como na maioria dos locais em Portugal, viajar de mota é possível durante todo o ano e em qualquer estação. No entanto, visitar a N222 entre os meses de Março a Novembro, é ter a oportunidade de conhecer a beleza das paisagens de Primavera, Verão e Outono. De Dezembro a Fevereiro, os campos encontram-se desnudos, as vinhas podadas e a época de chuvas domina.

Durante os meses de Julho e Agosto (Verão), o movimento na região aumenta assim como as temperaturas que se fazem sentir. Viajar de mota nesta época poderá ser mais desgastante, mas facilmente conciliável se o roteiro for planeado para percorrer quilómetros no início da manhã/final da tarde.

♦ Quanto tempo para percorrer?

Outra questão recorrente à qual sempre respondemos: todo o que lhe possam dedicar. Dependendo da zona do país de onde se deslocam, recomendamos pelo menos 3 dias (2 noites) para desfrutar de todo o traçado e os seus inúmeros pontos de interesse. Uma noite no extremo Oeste (ou arredores) e outra no extremo Este (ou arredores). No entanto é possível percorrer os 230 km num único dia sem dificuldade. Ficando para trás muitos locais que merecem uma paragem demorada.

Mapa do Percurso completo da Estrada N222 

Para consultar o mapa em detalhe, clique sobre ele ou utilize o canto superior direito para abrir directamente na página do Google Maps. Poderá fazer o zoom necessário para ver a rota em pormenor ou exportar para o GPS como preferir. Clicando no canto superior esquerdo, é também possível ler a legenda do mapa em detalhe. Aqui incluem-se as seguintes informações:

  • Locais de interesse histórico e natural
  • Miradouros
  • Aldeias, vilas e cidades atravessadas

Total de quilómetros do percurso: 230 km

Tempo de condução: 4 horas

Para extrair o Ficheiro GPX da rota completa da Estrada N222 clique aqui

Sugestão para outros roteiros de viagem de mota pela região:

Roteiro pelo Parque Natural do Alvão e Estrada N304 | Portugal

O Douro Vinhateiro numa viagem de mota

Se gostou deste artigo e souber de alguém que também possa gostar, partilhe clicando no botão das redes sociais abaixo. Estará a ajudar-nos a divulgar e a continuar a nossa existência. O nosso muito obrigado desde já e boas curvas!

🗺️ A preparar a próxima viagem de mota?

♦Reserve as suas estadias através do Booking.com. Por lá encontramos sempre as melhores promoções e têm a facilidade de cancelamento gratuito.

♦Gostamos de viajar tranquilos. Como tal, em todas as nossas viagens além fronteiras, contratamos sempre um seguro de viagem que se enquadre no nosso perfil de viajantes aventureiros e independentes. Seja através da World Nomads ou da IATI encontrará boas opções para motociclistas. A IATI têm excelentes preços, atendimento em português e seguindo o nosso link ainda terá um desconto de 5%.

♦Sejam pequenas ou grandes travessias, se precisa de comprar uma viagem de ferry para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o DirectFerries.pt. Permite comparar os preços e horários das diferentes companhias e é por lá que encontramos os melhores preços.

Esta página contém links afiliados. Ao efectuar as suas reservas através destes links recebemos com uma pequena comissão. Não pagará mais por isso e estará a ajudar o blogue Quilómetro Infinito a continuar a sua existência. Muito obrigado!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: