Sobre o Touratech Day 2021 e a apresentação do Quilómetro Infinito em detalhe

Touratech Day 2021

No dia em que o nosso telefone tocou com o convite para participar no Touratech Day, não hesitámos em alterar todos os nossos planos para poder participar no evento que prometia um dia especial. Afinal, a 20 de Novembro todos os caminhos iriam dar a Marvila, às instalações da loja Touratech PT/Longitude 009. E nós não queríamos deixar de participar.

Sabíamos que o Touratech Day seria um dia de festa, onde tudo o que se relaciona com o mundo das aventuras de mota estaria presente. Mas esta foi a nossa primeira participação, naquela que fora a terceira edição do evento. Portanto, as nossas expectativas foram excedidas em todos os aspectos, e não podíamos deixar passar este dia sem um registo no blogue.

Apresentação Quilómetro Infinito
Touratech Day

A chegada ao Touratech Day

Pouco passava das 10 horas da manhã quando, à beira do rio Tejo, e em frente às instalações da loja Longitude 009, o alarido de tendas de várias marcas, muitas motas e muitas pessoas fervilhava as emoções de qualquer recém chegado.

Aquela subida da rampa de acesso à loja teve aquele impacto frenético de em poucos momentos ali ver: KTM, Triumph, BMW, Harley Davidson, Honda, Yamaha, Ducatiii! (Entoação frenética nesta última!) Tanta coisa para assimilar em poucos segundos. Mas primeiro há que estacionar a RT num lugar mais apropriado, que com toda aquela distracção, o João estacionou à boss!

Touratech Day 2021
Chegada ao Touratech Day 2021
Touratech Day 2021
Touratech Day 2021

Depois destes últimos tempos em que o mundo esteve fechado em casa, e privado destas iniciativas, sabe tão bem estar presente novamente em eventos assim. Mesmo que as máscaras no rosto de muitos participantes nos recordem o motivo pelo qual as nossas motas ganharam teias de aranha na garagem, e nós aqueles cabelos brancos adicionais.

Touratech Day, um dia em que finalmente conhecemos muitos de vós!

Sabem quando falamos com alguém há já tanto tempo pela internet que nos esquecemos que afinal nunca nos conhecemos pessoalmente? Quando vemos um rosto familiar e cumprimentamos como se fôssemos amigos de longa data? O nosso trabalho pelo blogue tem destas coisas boas. É um sentimento especial quando os nossos caminhos se cruzam, e finalmente ficamos cara a cara. Pelo Touratech Day este sentimento esteve presente com muitos de vós ao longo do dia. Aquele em que chegámos pela manhã, e mesmo depois de fazermos a nossa apresentação, ficámos até ao final sem hesitar. E mais houvesse! As horas passaram num ápice de risadas e a organização do evento está de parabéns pelo excelente trabalho.

Muitas motos para test drive

Com a presença das várias marcas de motos e muitos modelos para test drive, o ecoar dos motores é o som sempre presente. Também o cheirinho das bifanas e castanhas acabadas de assar ali ao lado; e aquele zumbido das múltiplas conversas entre multidão.

O João andava com aquele bichinho de experimentar a Ducati Multistrada V4S Sport, e foi ali que teve a oportunidade de o fazer. Há várias coisas a dizer sobre a experiência. Do meu ponto de vista, lá atrás sem top case, andei apenas uns metros até pedir para sair. Aquele impacto quando o João enrola o punho deixou-me com receio de ficar pelo caminho, não fosse sair disparada sem ele dar por mim na aceleradela seguinte. A nova Ducati Multistrada dominou a nossa atenção, porque é linda de roda a roda e mal ligamos o motor … o som é fervilhante! O barulho da liberdade com o toque italiano e alemão numa só máquina. Do ponto de vista do João… bem, ele saiu da mota um bocadinho a gaguejar. Creio ter sido de fascínio. Ambos ansiando por mais quilómetros com ela!

Com este misto de emoções, decidimos que a nossa RT não poderia jamais saber destas comédias, mas quisemos mesmo assim assegurar-lhe que ela é insubstituível.

Num ambiente descontraído, onde as duas rodas são o centros das atenções, no decorrer do evento, workshops e apresentações fizeram parte do programa. No qual o Quilómetro Infinito esteve presente.

Programa detalhado do Touratech Day
Programa detalhado do Touratech Day

Depois da nossa apresentação, muitos foram os que nos pediram mais informações, e se a iríamos disponibilizar aqui. Assim, para quem viu e para quem não viu, vamos falar sobre os temas que abordámos no Touratech Day, devidamente remetidos para artigos com explicações mais detalhadas que já publicámos.

Apresentação do Quilómetro Infinito no Touratech Day

Entre algumas conversas mais casuais, dificilmente reproduzidas fora da apresentação ao vivo ( é por isso que continuo a privilegiar todos os eventos presenciais e longe do sofá), a nossa apresentação baseou-se nos seguintes temas principais:

  • Como planeamos as nossas viagens?
  • Como gerimos os nossos dias de férias?
  • Como definimos as nossas rotas?
  • O que levamos nas nossas bagagens?
  • Como preparamos a nossa mota para as viagens?

Antes de partilhar detalhes de cada um deles, gostaria de reforçar que, começámos a viajar sem grande preocupação ou conhecimento sobre qualquer uma destas questões. Para partir à aventura basta um espírito livre, uma mota com pneus novos e muita vontade de conhecer o mundo.

Todas estas questões que agora partilhamos convosco, servirão para tornar uma viagem mais confortável e mais optimizada. Não se retraiam se em algum aspecto se sentem inexperientes. A experiência conquista-se a andar de mota. Aqui, partilhamos o conhecimento que fomos adquirindo para vos poupar algumas etapas, mas não queremos passar a ideia de que este é fundamental para partir a aventura. Sigam, sem receios, o mundo espera por vós.

Apresentação Quilómetro Infinito
Apresentação Quilómetro Infinito

Como planeamos as nossas viagens?

Os mapas são os meus melhores amigos. E, apesar de continuar fiel aos mapas em papel, é no Google Maps que encontro a ferramenta ideal para gravar os meus dias/semanas/meses a reunir lugares e estradas que quero percorrer. O Google Maps tradicional, faz com que qualquer pesquisa se perca quando se fecha a página. Por sua vez, um mapa gravado na conta Google permite que toda a informação nele contida esteja sempre disponível mesmo quando se fecha a página. Ao longo do tempo, nele guardo pontos (mosteiros, estradas, castelos, restaurantes, alojamentos, etc), que depois de unidos serão a nossa rota de viagem. Este trabalho de união é um processo iteractivo de encontrar a melhor relação de quilómetros por dia vs tempo de percurso. Este mapa criado, será uma mais valia para mais tarde criar todas as rotas navegáveis para inserir no nosso GPS.

Mais informações sobre como criar um mapa sempre gravado no Google Maps? Consultar aqui o nosso artigo: Quando, como e porquê criar rotas no GPS. As nossas opções

Planear rotas numa viagem de moto
Inserir pontos no mapa
Planear rotas numa viagem de moto
Unir todos os pontos criando rotas por dia

Alojamento

Planear viagens é para nós sinónimo de garantir alojamento pelo caminho, e enquadrar a distância até ele na rota estudada. Recorremos ao Booking para todas as nossas reservas, usufruindo da facilidade de cancelamento gratuito até datas muito próximas da estadia. Reservamos as nossas grandes viagens com muito tempo de antecedência, e assim gerimos o nosso orçamento da melhor forma. Aproveitamos as tarifas baixas e os lugares mais económicos cuja disponibilidade à última hora se torna difícil. Quando não encontramos preços que valham a pena nos lugares mais afamados, fugimos para os desconhecidos onde muitas vezes ficamos melhor. Este é um dos nossos segredos para conseguir viajar mais de mota, tendo em conta que o alojamento é uma grande parcela do orçamento de uma viagem.

”17 Eur por noite num alojamento na Roménia? João Luís! Não sei se não vamos dormir na casota do cão de um quintal qualquer”. A conversa que fiz enquanto reservava os alojamentos da nossa viagem pelos Cárpatos em 2018. A diferença entre ficar hospedado numa qualquer aldeia e numa turística aldeia, era de em média 15eur para 100eur. Quando escolhemos estes lugares mais recatados, encontramos alojamentos com um toque familiar, onde nos servem uma refeição como se estivéssemos em casa da avó e os lençóis cheiram a sabão azul. Tudo a um preço que revela a realidade do custo de vida no país.

Seguro de viagem

No momento de planear, e especialmente se reservamos travessias de ferry’s ou outros serviços pré-pagos, contratamos logo um seguro de viagem com cancelamento. Quando não é o caso, contratamos muitas vezes à última hora, no dia antes da viagem. Para qualquer eventualidade antes da viagem, e no decorrer, o nosso investimento está assegurado.

Recorremos sempre à Iati Seguros porque além de vastas coberturas (despesas médicas por acidente e doença (incluindo Covid19), cancelamentos, repatriamentos, etc), apresenta capitais seguros acima da média que nos tranquilizam quando cruzamos fronteiras. Para mais informações aqui: Seguro de viagem: qual o plano IATI Seguros que melhor se adequa?. (5% de desconto nas vossas contratações ao seguir o nosso link aqui)

Seguro da mota

É importante antecipar a necessidade de um eventual pedido de extensão territorial caso a nossa carta verde não inclua os países que pretendemos visitar. Para mais informações, consultar o nosso artigo sobre Informações sobre o pedido de extensão territorial do seguro para viagens de mota

Gestão do orçamento

Até pensei duas vezes antes de partilhar esta minha tabela criada no Excel para cada viagem. É que quem olha para o nível de detalhe e escala de cores, pode até pensar que sou aquela psicopata do orçamento. Chamem-lhe o que quiserem, se calhar é defeito profissional mas esta é a minha maneira de controlar, e estimar, os custos de uma viagem de mota. No final do meu trabalho de programação, esta tabela estará totalmente preenchida e acompanhar-me-á na nossa viagem para uma rápida consulta das informações nela contida. Este exemplo é o plano da nossa viagem ao Reino Unido e Irlanda em 2019. Mais informações aqui.

Touratech Day
Plano de férias

A interpretação desta tabela é uma mais valia no planeamento

Os quilómetros totais estimam o custo da gasolina. Os quilómetros acumulados dizem-me com quantos quilómetros estará a minha mota naquela localização, e naquele dia. Em caso de necessidade de revisão ou troca de pneus, saberei onde estarei. Mas é com esta tabela concluída em casa, que saberei enquadrar o meu plano de modo a evitar perder tempo em viagem com estas questões.

O somatório dos valores do alojamento dir-me-á se terei de rever as reservas e procurar lugares mais económicos. O que acontece muita vez, e me leva a alterar a rota do dia para poupar uns euros. Este trabalho de pesquisa, faz-me pensar: vou poupar 30 euros se dormir antes naquele lugar e isso já dá para um depósito de gasolina!

A informação acerca do regime incluído, ou da proximidade a restaurantes, ajuda-nos a em viagem lembrar que teremos de passar no supermercado antes de ir para um alojamento localizado nos confins da montanha, sem nada em redor. Outrora, chegávamos ao destino e concluíamos: f#$% temos de voltar a descer de noite se queremos jantar!

Como gerimos os nossos dias de férias?

Esta questão vem normalmente associada à pergunta: vocês não trabalham? Além da pergunta em si já ferir os meus mais profundos sentimentos (tendo em conta que estas partilhas no blogue dão um trabalho imenso, feito com gosto mas com muito trabalho associado), costumo referir que este é um espaço de partilha de viagens, não dos nossos trabalhos fora delas. Aqui só se vê a diversão!

Mas deste lado encontram dois comuns mortais, destinados aos miseráveis 22 dias úteis de férias por ano, que são utilizados da forma mais criativa possível. Como? Olhando para o calendário anual compatibilizando fins de semana e feriados de modo a sacrificar o menos dias de férias. Já pensaram que para 10 dias de viagem numa semana com um feriado só são necessários 4 dias úteis de férias? Eis o fermento que vos recomendamos, e uma proposta possível para 2022. Para 59 dias de passeio e 21 dias úteis de férias. Ainda vos deixamos 1 dia para uma sestinha para descansar.

Planear rotas numa viagem de moto
Possível plano para 2022

Como definimos as nossas rotas?

Depois de todo o trabalho de planeamento no Google Maps é hora de trabalhar no Basecamp, software do nosso Garmin Zumo XT, criando uma rota navegável e usufruindo em pleno de todas as vantagens de um GPS.

No nosso artigo Quando, como e porquê criar rotas no GPSexplicamos como utilizamos o Google Maps como base para criar as nossas rotas. Exportando um ficheiro que nos apresenta no GPS uma linha sobre o mapa (sem indicações), copiando-o criando os vários pontos de um ficheiro que no GPS apresenta uma rota com instruções e previsões. Aquelas que ao longo do dia vamos gerindo, alterando ou adicionando lugares a visitar com muita facilidade. No ecrã do nosso GPS é a informação abaixo que conseguimos ver.

Qual o melhor GPS para andar de mota? Garmin Zumo XT vs Tom Tom Rider 550
Previsões e instruções numa rota navegável criada no Basecamp
Apresentação Quilómetro Infinito
Mapas e mapas!

O que levamos nas nossas bagagens?

O nosso processo de aprendizagem no que à quantidade de bagagem diz respeito continua! Mas, neste momento, considero que o facto de levarmos as malas com muito espaço livre nos indica que estamos no caminho do sucesso. A RT tem uma capacidade de carga acima da média, pelo que a tentação a sobrecarregar é muita. Antes de partir, só tentamos recordar-nos do incómodo diário que será arrumar bagagens com pouco espaço. Assim, para viagens de muitos dias ou de poucos, o nosso esquema de bagagens é aquele que explicamos no nosso artigo sobre Dicas de bagagem numa Viagem de mota.

Relacionado com as bagagens e outras questões em viagens, recomendamos também a leitura do nosso artigo sobre Imprevistos em viagem de mota. Como superá-los ou evitá-los.

Bagagens: Apresentação Quilómetro Infinito
Espaço livre sempre!
Apresentação Quilómetro Infinito
Bagagens: Apresentação Quilómetro Infinito

Como preparamos a nossa mota para as viagens?

Preparamos a nossa mota para as viagens garantindo sempre uma revisão antes da partida e pneus novos. Nela incluímos algumas ferramentas básicas para qualquer eventualidade, kit anti furo, óleo de motor, canivete e manómetro. Está pronta para seguir!

Kit anti furo: reparar um pneu furado na mota
Kit anti furo

Além de todo o equipamento para a mota, também incluímos nas nossas bagagens o nosso sistema de comunicação e respectivos carregadores. Os Sena 50s vão pendurados nos nossos capacetes, e os carregadores são os mesmos do que os do nosso telemóvel. Portanto, é aquela bagagem importante, mas que nem damos por ela.

Viajar a dois é mais divertido quando podemos comunicar um com o outro, e é por isso que não dispensamos um bom sistema de intercomunicadores. Para mais dicas sobre o tema consultem o nosso artigo sobre A nossa experiência e as nossas dicas para viajar de mota com pendura.

Sena 50S
Sena 50S

Depois deste Touratech Day, que venham muitos mais e que nós tenhamos a oportunidade de estar presentes. Boas curvas e continuação de um excelente trabalho.

2 Replies to “Sobre o Touratech Day 2021 e a apresentação do Quilómetro Infinito em detalhe”

  1. Alberto Carlos Marta Ramos says: Responder

    Iguais a vós próprios.
    Gostei!

    1. quilometroinfinito says: Responder

      Muito obrigado Alberto! Boas curvas 🙂

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: