Visitar os Lagos de Covadonga nos Picos de Europa | Espanha

Visitar os Lagos de Covadonga

Ainda mal chegámos dos Picos de Europa e a pergunta que mais recebemos na nossa caixa de mensagens é: como fizeram para visitar de mota os Lagos de Covadonga? Parece que as restrições de circulação a um dos lugares mais cobiçados do parque natural não são claras e muitas dúvidas surgem a quem, como nós, pretende visitar os Lagos de Covadonga com veículo próprio.

A grande afluência de visitantes ao local leva-nos a compreender as restrições impostas para visitar os Lagos de Covadonga. É de facto um dos pontos turísticos que ninguém quer perder e a confusão em redor é inevitável. Quem visitou este cantinho do mundo há muitos anos atrás, tem oportunidade de comparar com a mudança irreversível que o turismo crescente provocou no lugar. Por isso, é hora de preservar o mais possível o local.

Na nossa opinião pessoal, e porque viajamos de mota, penso que o acesso aos Lagos de Covadonga deveria ser mais facilitado. Geralmente, fazer uma viagem de mota aos Picos de Europa, quer dizer que subiremos à montanha e voltaremos a descer num intervalo médio de uma hora. Não estacionamos por muito tempo, não ocupamos lugar por muito tempo. Por muitos outros lugares de Espanha e da Europa, as motas são veículos que escapam geralmente a este tipo de proibição. E mesmo em época alta essa prática parece resultar. Mas as regras são para ser cumpridas. Para os Lagos de Covadonga existem e obrigam-nos a planear uma viagem de acordo com elas.

Assim, partilhamos agora todas as informações que conseguimos reunir. E muitas dicas práticas acerca do local que facilitam o planeamento de uma viagem de mota aos Picos de Europa, que inclui visitar os Lagos de Covadonga.

Sobre os Lagos de Covadonga

Os Lagos de Covadonga são dois grandes lagos de origem glaciar que estão situados a mais de mil metros acima do nível do mar. O Lago Enol e o Lago Ercina são as belezas naturais do alto da montanha que se aninham em torno de majestosos picos rochosos. É possível uma curta caminhada em seu redor através de um percurso circular de cerca de 5 km. Ideal para fazer fora dos nossos fatos de motociclistas.

Este percurso tem passagem pelas Minas de Buferrera que são a prova da exploração mineira do passado que tornou possível o acesso ao local. No final do século XIX a Mina de Buferrera estava no auge da exploração de magnésio, mercúrio e ferro. Os minerais extraídos eram transportados pela estrada de acesso aos lagos até Covadonga, e por sua vez até ao Porto de Ribadessella, com destino a França e Inglaterra. Hoje resta-nos desfrutar dos acessos criados e respeitar a natureza em redor, visitando os Lagos de Covadonga com toda a consciência.

Lago de Enol, Picos da Europa
Lago de Enol, Picos de Europa
Picos de Europa: acesso ao Miradol del Rey
Picos de Europa: acesso ao Miradol del Rey
Estrada panorâmica Lagos Covadonga
Estrada panorâmica Lagos Covadonga

Informações práticas sobre a proibição de circulação para visitar os Lagos de Covadonga

♦Durante os meses de Verão, Páscoa e outros feriados em Espanha circular com veículo próprio na estrada de acesso aos Lagos de Covadonga é permitido apenas fora das datas e horários de restrições. Nesses períodos a estrada é fechada ao trânsito e a subida é apenas possível de táxi ou autocarro público.

♦ O horário em que a estrada fecha ao trânsito é geralmente entre as 08:30h e as 21h. Mas em época alta, e muito movimento, os horários podem mudar. A única forma de evitar estas questões é fugir dos meses mais movimentados.

♦O estacionamento nos Lagos de Covadonga tem um preço de 2€ por dia e os bilhetes de autocarro público custam 9€ por pessoa (adultos). Mas se apenas quiser estacionar uns curtos minutos não é necessário pagar estacionamento.

♦ Existe horário restrito para se subir com veículo próprio. Mas para descer não há restrições, podemos por lá ficar o tempo que desejarmos

♦ É proibido pernoitar nos Lagos de Covadonga, por isso descartem a ideia de campismo.

♦ Para mais informações actualizadas sobre horários e preços consultar aqui.

Local onde a barreira impede a subida livre aos Lagos de Covadonga
Local onde a barreira impede a subida livre aos Lagos de Covadonga

Qual a melhor maneira para visitar os Lagos de Covadonga de mota em época de restrições?

♦ Pernoitar em Covadonga

♦ Estacionar a mota no parque público (depois das 21h ou antes das 08:30h) depois da barreira que fecha a estrada ao trânsito (localização exacta no mapa abaixo)

♦ Subir a pé uns curtos minutos até à mota num qualquer horário

♦ Continuar a subida de mota até ao final da estrada

Onde dormir em Covadonga?

Todos os alojamentos abaixo indicados estão localizados a uma curta distância de caminhada da estrada de acesso aos Lagos de Covadonga. Pernoitar em Covadonga, oferece a facilidade de estacionar a mota no parque público localizado depois da barreira que encerra a estrada nos horários indicados. (Ou no dia da chegada à noite depois das 21h ou no dia da visita pela manhã antes das 08:30h).

A nossa opção: Estacionámos a mota por volta das 08h da manhã depois da barreira, voltámos a caminhar para o alojamento para tomarmos o pequeno almoço e voltámos ao lugar a pé, já depois das 08:30h para subir de mota para os lagos. Esta é a grande vantagem de dormir em Covadonga.

Quanto tempo disponibilizar para a subida aos lagos?

O percurso totaliza cerca de 15 km para cada lado (total 30km) com uma duração de tempo de condução aproximado de 30 min (total 1hora). Assim, se a ideia for apenas subir aos lagos para o percurso panorâmico por estrada e umas curtas paragens para visitar os miradouros e algumas fotografias, cerca de 2 horas é o tempo que recomendo contar para esta parte da etapa do dia.

Qual a melhor altura para visitar a região?

A resposta a esta questão é transversal a todos os lugares do mundo, não só quando se pensa visitar os Lagos de Covadonga: evitar época alta! Por todos os motivos e mais alguns. Económicos, pois viajar em época alta será sempre mais dispendioso, e práticos pois a confusão em redor e o excesso de pessoas aglomeradas é desagradável. Andar de mota por entre o trânsito de pessoas, caravanas, bicicletas, autocarros, etc é não é sinónimo de dia tranquilo e condução prazerosa.

Os Picos de Europa são uma das cadeias montanhosas da vizinha Espanha onde neva nos meses de Inverno. Portanto, a melhor altura para os visitar será entre Abril e Outubro. Evitando se possível os meses de Julho e Agosto que são época alta. 

Locais a visitar nos Lagos de Covadonga

A estrada de acesso aos Lagos de Covadonga é por si só uma miradouro natural na totalidade da sua extensão. Por sua vez, existem alguns locais de destaque que foram devidamente colocados ao longo do percurso. Ali é possível parar, estacionar e apreciar o horizonte soberbo em redor.

  • Mirador del Rey (acesso por fora de estrada)
  • Mirador de Entrelagos
  • Mirador del Princepe de Astúrias
  • Minas de Buferrera (caminhada)

Talvez por ser menos óbvio, e mais desviado do roteiro principal, aquele que mais gostámos foi o Mirador del Rey. O acesso é feito por um pequeno percurso fora de estrada. Na data em que fizemos esta viagem, este estava em condições muito fáceis para circular com qualquer mota. Mas é importante ter em conta que as estradas de montanha mudam de estado em função das chuvas, da neve, do número de passagens de vários tipos de veículos, etc.

O acesso ao Mirador del Rey é um pequeno cantinho de alta montanha que nos leva a viajar de mota por entre as vacas que deambulam pelas colinas e os pitorescos abrigos de pastores.

Percurso de acesso ao Mirador del Rey
Percurso de acesso ao Mirador del Rey
Percurso de acesso ao Mirador del Rey
Início do percurso de acesso ao Mirador del Rey
Mirador del Rey
Grelhas do gado que delimitam o percurso fora de estrada

Mapa do Percurso e informações práticas para visitar os Lagos de Covadonga

Para consultar o mapa em detalhe, clique sobre ele ou utilize o canto superior direito para abrir directamente na página do Google Maps. Poderá fazer o zoom necessário para ver a rota em pormenor ou exportar para o GPS como preferir. Clicando no canto superior esquerdo, é também possível ler a legenda do mapa em detalhe. Aqui incluem-se as seguintes informações:

  • Mapa do percurso exacto
  • Localização dos alojamentos em Covadonga
  • Localização da barreira que proíbe circulação em Covadonga
  • Parque de estacionamento depois da barreira Covadonga

Se gostou deste artigo e souber de alguém que também possa gostar, partilhe clicando no botão das redes sociais abaixo. Estará a ajudar-nos a divulgar e a continuar a nossa existência. O nosso muito obrigado desde já e boas curvas!

🗺️ A preparar a próxima viagem de mota?

♦Reserve as suas estadias através do Booking.com. Por lá encontramos sempre as melhores promoções e têm a facilidade de cancelamento gratuito.

♦Gostamos de viajar tranquilos. Como tal, em todas as nossas viagens além fronteiras, contratamos sempre um seguro de viagem que se enquadre no nosso perfil de viajantes aventureiros e independentes. Seja através da World Nomads ou da IATI encontrará boas opções para motociclistas. A IATI têm excelentes preços, atendimento em português e seguindo o nosso link ainda terá um desconto de 5%.

♦Sejam pequenas ou grandes travessias, se precisa de comprar uma viagem de ferry para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o DirectFerries.pt. Permite comparar os preços e horários das diferentes companhias e é por lá que encontramos os melhores preços.

Esta página contém links afiliados. Ao efectuar as suas reservas através destes links recebemos com uma pequena comissão. Não pagará mais por isso e estará a ajudar o blogue Quilómetro Infinito a continuar a sua existência. Muito obrigado!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: