Cáceres, Mérida, Trujillo e Guadalupe numa viagem de mota pela Extremadura, em Espanha.

Viagem de mota pela Extremadura.

Uma viagem de mota pela Extremadura foi sempre algo que apenas fizéramos sem tempo para explorar os seus segredos. Aqui ao lado, junto à fronteira de Portugal, esta fora sempre uma rota de rápida passagem para destinos mais longínquos. Mas, para fazer grandes viagens nem sempre é necessário fazer grandes quilómetros. Numa altura em que algumas condicionantes nos foram impostas, há que olhar para o mapa das proximidades com outros olhos e explorar o que ainda nunca fora explorado.

Vindos da Serra de Aracena (a sul) com destino à Serra de Gredos (a norte), explorar locais afamados da região da Extremadura tornou-se um objectivo a cumprir. Zona de históricas cidades, outrora repletas de euforia turística. Lembraremos a nossa viagem pelas rua (agora desertas) de Cáceres, Mérida, Guadalupe e Trujillo como aquelas a que o ano 2020 devolveu a si mesmas.

Com um misto de tranquilidade e o peso dos motivos da desertidão, unimos todos estes locais num roteiro de viagem de mota pela Extremadura. Estacionando para apreciar a Arte, voltando a colocar as rodas na estrada para apreciar a Natureza. Apagamos a televisão, ligamos a mota, fechamos a viseira do nosso capacete e seguimos para mais uma aventura em duas rodas. Desta vez, com uma bagagem adicional: a máscara de protecção.

Trujillo, Extremadura, Espanha
Trujillo, Extremadura, Espanha
Viagem de mota pela Extremadura.
Viagem de mota pela Extremadura.
Viagem de mota pela Extremadura.
Serra de Guadalupe ou Las Villuercas. Viagem de mota pela Extremadura.

Sobre a região

A Extremadura é uma das comunidades autónomas de Espanha, situada no sudoeste da Península Ibérica. A cidade de Mérida é a capital da região que se divide pelas províncias de Cáceres (a norte) e Badajoz (a sul). Esta é uma zona com um passado histórico partilhado com Portugal desde a antiga Lusitânia. No período romano passou a integrar uma província da Hispânia, cuja capital era Augusta Emérita, actual Mérida. E todas as etapas dos povos que por lá passaram deixaram a sua marca que ainda se destaca, hoje em dia, na idade contemporânea.

Partilha fronteiras com Portugal ao longo de todo o seu limite Oeste. Também por ela fluem dois dos grandes rios que desaguam em terras portuguesas: o Tejo e o Guadiana. Ao longo do seu território, imensas planícies a perder de vista são quebradas por pequenas zonas de montanha. Uma rota por todas elas tece uma paisagem única.

Uma viagem de mota pela Extremadura facilmente nos leva a concluir que, através de um mosaico vivo de centenárias florestas, bosques, aldeias, castelos e mosteiros, estamos numa rota que nos leva a desfilar por entre Arte e Natureza.

Alguns locais vivem unidos ao seu passado de maneira indissociável. Não importa quantos anos por eles passarão. A Extremadura é mais um deles.

Trujillo, Extremadura, Espanha
Trujillo, Extremadura, Espanha
Ponte Romana de Alcântara
Ponte Romana de Alcântara
Guadalupe, Extremadura, Espanha
Guadalupe, Extremadura, Espanha

Dia 1 – Batalha – Mérida | 300 km

Com destino à cidade de Mérida, definimos a rota do primeiro dia como o caminho mais rápido para lá chegar. De forma a que a chegada a Mérida seja na hora do almoço e a tarde possa ser aproveitada para explorar os locais a visitar na cidade.

Mérida, a Cidade Imperial da Extremadura

Começamos este roteiro de viagem de mota pela Extremadura com destino à grande cidade de Mérida. Por lá, despimos os fatos de motociclistas, descarregamos as bagagens num alojamento junto ao centro histórico, e seguimos para explorar a cidade ao longo de uma grande caminhada.

Classificada como Património Mundial no ano 1993, o vasto sítio arqueológico de Mérida leva-nos a recuar no tempo até à época de Augusta Emérita. O auge do domínio romano e da antiga Hispânia.

Mérida é hoje uma luminosa cidade, um museu a céu aberto, uma impressionante obra antiga cujos vestígios arqueológicos são dos mais impressionantes, e bem preservados, que tivéramos oportunidade de contemplar fora de Roma. Multiplicam-se por todos os cantos da cidade e por lá perder-se horas a fio entre todos eles é enriquecer um bocadinho mais o currículo de locais especiais visitados.

Banhada pelas águas do rio Guadiana, é também sobre ele que permanece um símbolo emeritense: a ponte sobre o Guadiana. Uma soberba obra de engenharia, cuja solidez continua a impressionar, dois milénios mais tarde. Segue-se o Teatro Romano de Mérida. O grande símbolo do passado romano de Mérida e um dos postais ilustrados da cidade.

Deambulando pelas suas ruas, entre colunas coríntias, mosaicos, vestígios do fórum, do circo e de outros edifícios, é no Templo de Diana que encontramos outro dos seus mais nobres monumentos. Muito similar ao que encontramos em Évora, quase que por momentos nos faz pensar senão estamos por terras alentejanas.

Locais a visitar em Mérida Viagem de mota pela Extremadura.
Teatro Romano de Mérida, Extremadura, Espanha
Viagem de mota pela Extremadura.
Templo de Diana em Mérida, Extremadura, Espanha

Locais a visitar em Mérida

  • Templo de Diana
  • Alcazaba
  • Teatro Romano de Mérida
  • Circo Romano
  • Museu Nacional de Arte Romana
  • Cripta Santa Eulália

Dica prática: Para visitar o Teatro Romano de Mérida, o local mais procurado, o preço do bilhete normal é de 12Eur por pessoa. Ali compensa comprar o bilhete geral que por 18Eur dá acesso a todos os locais a visitar em Mérida acima enunciados. Mais informações aqui.

Sugestão de Alojamento em Mérida

Dia 2 – Mérida – Roteiro pela Serra de Guadalupe – Trujillo| 390 km

Serra de Guadalupe e a jóia monumental de Las Villuercas: o Mosteiro Real

Naquela frondosa região de oliveiras, castanheiros, azinheiras e carvalhos, nasceu na Serra de Guadalupe uma tradição milagrosa que deu origem ao Mosteiro Real de Santa Maria de Guadalupe. O mosteiro atrai peregrinos e visitantes vindos das mais variadas formas. Nós fomos apenas mais uns, vindos em duas rodas.

A colossal obra que se destaca no horizonte faz-nos sentir diminutos quando pisamos as ruas de Puebla de Guadalupe. A pequena aldeia que em torno do mosteiro cresceu, feita de praças pitorescas e ruas porticadas, onde as casas são adornadas pelos canteiros floridos. Estacionamos a mota e seguimos a pé. Até nos sentarmos numa das dezenas de esplanadas e petiscar umas tapas de jamon ibérico tão famoso pela região, de olho no mosteiro ali ao lado.

Serra de Guadalupe: Puebla de Guadalupe
Serra de Guadalupe: Puebla de Guadalupe
Viagem de mota pela Extremadura
Mosteiro Real de Santa Maria de Guadalupe

De volta à estrada. A panorâmica obtida dos pontos mais altos da Serra de Guadalupe (ou Las Villuercas) revela-nos o seu grande mosteiro e o circuito sinuoso das estradas que nos conduzem por todo o seu território. Alía, Cabanas del Castilo ou Canamero são algumas das povoações parte da rota, cada uma com uma pequena igreja ou um castelo para visitar.

Serra de Guadalupe ou Las Villuercas
Serra de Guadalupe ou Las Villuercas

Trujillo

No caminho da Serra de Guadalupe para Trujillo, deixamos para trás as lendárias montanhas e entramos agora numa paisagem que se abre para imensos campos de trigo. Entramos na cidade medieval de Trujillo, poucos quilómetros depois de admirarmos a sua silhueta no horizonte. Instalada num pequeno promontório, as ruas de Trujillo levam-nos ao seu casco histórico encantador.

Entrar de mota no casco histórico de Trujillo é para mim uma experiência com alguma emoção. Aquela que gira entre o alívio de uma caminhada em fatos de motociclistas e o equilíbrio entre manobras em ruas estreitas (por vezes inclinadas) dentro da zona residencial que à volta dos monumentos cresceu.

Entrámos pela fabulosa Puerta de San Andrés, bem ao lado da Igreja de Vera Cruz e de lá seguimos para uma curta caminhada rumo ao Castelo de Trujillo, e uma das melhores panorâmicas da cidade. Com a Plaza Mayor e o seu casario tradicional a dominar a beleza arquitectónica da cidade a nossos pés.

Trujillo, Extremadura, Espanha
Trujillo, Extremadura, Espanha
Visitar Trujillo
Puerta de San Andrés, Trujillo
Plaza de los Descalzos, Trujillo
Plaza de los Descalzos, Trujillo
Plaza de los Descalzos, Trujillo
Panorâmica de Trujillo, desde o Castelo

Locais a visitar em Trujillo

  • Castelo de Trujillo
  • La Alberca
  • Puerta de San Andrés
  • Plaza Mayor
  • Igreja Santa Maria La Mayor
  • Casa Museu de Pizarro

Sugestão de Alojamento em Trujillo

Dia 3 – Trujillo – Monfrague – Cáceres – Alcântara – Batalha| 480 km

O terceiro dia começa em Trujillo e segue para uma rota que se alterna por entre estradas fabulosas e cidades históricas imperdíveis. O caminho leva-nos até Monfrague. O Parque Nacional de Monfrague é um dos 15 parques nacionais da vizinha Espanha. Por lá usufruímos de panorâmicas estradas que acompanham o curso do rio Tejo.

Uma zona de mata cerrada, e de sombrios bosques, onde o afloramento rochoso do Salto del Gitano se destaca. Por lá percorremos o habitat de milhares de espécies de aves de rapina e a subida ao Castelo de Monfrague é o ponto mais alto onde podemos contemplar os seus impressionantes voos.

Cáceres

O passeio leva-nos de novo a um núcleo citadino e Cáceres torna-se na próxima paragem. Estacionar no centro histórico é fundamental para ganhar tempo de percorrer a pé o seu monumental casco histórico.

A poucos metros da Plaza Mayor, concentram-se as ruas e praças da cidade velha. O coração de Cáceres. A partir deste ponto, resta-nos deambular entre torres, museus, igrejas e palácios. Do período romano à ocupação árabe, diferentes estilos arquitectónicos coabitam em harmonia em qualquer canto da cidade, fascinando quem a visita. Dos panoramas das muralhas vistos da Torre del Bujaco ao Arco de la Estrela. O arco barroco de uma das entradas da cidade velha a partir da Plaza Mayor. Do Museu Provincial de Cáceres onde se visitam a cisterna Hispano-Árabe e algumas das colecções mais impressionantes da história romana da região. A cidade que é Património da Humanidade, não desilude em jóias da antiguidade.

Cáceres, Extremadura, Espanha
Arco de la Estrela, Cáceres, Extremadura, Espanha
Cidade Velha de Cáceres, Plaza Mayor
Cidade Velha de Cáceres, Plaza Mayor
cisterna Hispano-Árabe
Museu Provincial de Cáceres: Cisterna Hispano-Árabe

Locais a visitar em Cáceres

  • Museu Provincial de Cáceres e a Cisterna Hispano-Àrabe (gratuito)
  • Palácio dos Golfines de Abajo
  • Arco de La Estrela
  • Torre del Bujaco
  • Plaza de San Jorge
  • Palácio de Los Cáceres
  • Ermita de La Paz
  • Plaza Mayor de Cáceres

Sugestão de Restaurante em Cáceres

E se a Extremadura Monumental nos encanta, a Extremadura Gastronómica delicia-nos. Pelas ruas de Cáceres, muitos são os restaurantes e esplanadas onde paira no ar o aroma dos pitéus tradicionais. Ouvíramos falar da Torta del Casar. Apesar do nome nos remeter a um prato de sobremesa, a Torta del Casar é um delicioso queijo tradicional da zona de Cáceres. Foi numa das muitas esplanadas do seu centro histórico que provámos a iguaria, juntamente com o afamado jamón ibérico.

Ponte Romana de Alcântara

De regresso a casa, é pela Ponte Romana de Alcântara que atravessamos o Tejo. Ali deixamos para trás a região da Extremadura. A poucos quilómetros da fronteira portuguesa a Ponte Romana de Alcântara é uma obra romana que maravilhou o mundo antigo e persiste até hoje, para criar o mesmo efeito no mundo moderno. Sobreviveu aos conflitos da história pela disputa de território entre Portugal e Espanha e a sua grandeza sugere que por lá permanecerá por muitos mais milhares de anos.

Realizada com a mestria e o grande poder de engenharia da época, foi construída no ano 106 durante o governo do Imperador Trajano. É ainda hoje uma das mais importantes pontes romanas do mundo e um dos testemunhos mais marcantes do período romano na Lusitânia. Encerra este roteiro como o grandioso culminar da passagem por locais monumentais na região da Extremadura.

Ponte de Alcântara
Ponte de Alcântara

Informações práticas para uma viagem de mota pela Extremadura

Quando ir

Visitar as zonas centro e sul de Espanha no pico do Verão não é uma das melhores ideias para quem sofre com o calor excessivo. As temperaturas facilmente superam os 40º graus e viajar de mota pelas estradas da região e percorrer a pé as suas cidades, não se torna numa agradável experiência. Julho e Agosto são os meses a evitar, mas durante todo o resto do ano viagem de mota pela Extremadura é uma excepcional experiência.

Viagem de mota pela Extremadura
Viagem de mota pela Extremadura

Horários de abertura dos serviços e monumentos

A Extremadura é uma das regiões de Espanha onde os horários de abertura dos monumentos e atracções são atípicos para o normal da Europa. Geralmente durante o período da manhã os horários são razoáveis, mas o mesmo não se passa depois do almoço. 9h às 14h e das 18h às 20h é o horário aproximado comum à grande maioria dos museus e monumentos. Pelo que se pretende visitar alguns do locais aqui partilhados recomendamos que se informe dos horários antecipadamente.

Seguro de viagem

Sempre foi nosso hábito fazer um seguro de viagem quando cruzamos fronteiras, mesmo para um pequeno fim de semana. Apesar da assistência em viagem da nossa mota, é importante ter consciência que um seguro de viagem é muito mais completo, abrange muito mais circunstâncias e conta com capitais seguros infinitamente superiores em caso de necessidade. Já para não falar que, nas viagens com pendura, a assistência do seguro da mota é praticamente inexistente. Para esclarecer melhor esta questão consulte aqui o nosso artigo já publicado.

Agora, nesta fase de pandemia, paira no ar a questão do Covid-19 que poderá deixar-nos mais apreensivos para fazer grandes planos ou cruzar fronteiras. Assim, indicamos que todos os planos da IATI Seguros incluem todas as despesas em caso de resultado positivo durante a viagem ou na véspera de partida. Pelo que, se já considerávamos importante não sair sem um seguro de viagem, agora recomendamos ainda mais.

Para os 3 dias deste roteiro, existem planos a por pessoa a partir de 15 Eur. Pelo valor simbólico não vale a pena arriscar a cruzar fronteiras sem uma salvaguarda em caso de problemas. Por seres nosso leitor, ao seguires este link ainda estarás a ajudar o blogue a continuar o seu projecto e receberás 5% de desconto no valor total da apólice. Simula abaixo os valores para as datas da tua viagem.

Iati seguros

Postos de combustível e serviços

Existe uma boa rede de postos de combustível pela região. Mas, como em qualquer zona de montanha, recomendamos que abasteça com boas margens de autonomia pois só haverá oportunidade de abastecer fora dela.

Mapa do Percurso de viagem de mota pela Extremadura

Para consultar o mapa em detalhe, clique sobre ele ou utilize o canto superior direito para abrir directamente na página do Google Maps. Poderá fazer o zoom necessário para ver a rota em pormenor ou exportar para o GPS como preferir. Clicando no canto superior esquerdo, é também possível ler a legenda do mapa em detalhe. Aqui incluem-se as seguintes informações:

  • Locais de interesse histórico e natural
  • Miradouros
  • Aldeias, vilas e cidades atravessadas

Tempo mínimo para a viagem: 3 dias

Total de quilómetros aproximado: 1200 km

Sugestão para outros roteiros de viagem de mota pela região:

⬅️ Etapa anterior: Roteiro de mota entre Marvão e a Ponte Romana de Alcântara

➡️ Etapa seguinte: Roteiro de 4 dias de viagem de pela pela Serra de Gredos e suas vizinhanças

Se gostou deste artigo e souber de alguém que também possa gostar, partilhe clicando no botão das redes sociais abaixo. Estará a ajudar-nos a divulgar e a continuar a nossa existência. O nosso muito obrigado desde já e boas curvas!

🗺️ A preparar a próxima viagem de mota?

♦Reserve as suas estadias através do Booking.com. Por lá encontramos sempre as melhores promoções e têm a facilidade de cancelamento gratuito.

♦Gostamos de viajar tranquilos. Como tal, em todas as nossas viagens além fronteiras, contratamos sempre um seguro de viagem que se enquadre no nosso perfil de viajantes aventureiros e independentes. Seja através da World Nomads ou da IATI encontrará boas opções para motociclistas. A IATI têm excelentes preços, atendimento em português e seguindo o nosso link ainda terá um desconto de 5%.

♦Sejam pequenas ou grandes travessias, se precisa de comprar uma viagem de ferry para a sua próxima viagem recomendamos que utilize o DirectFerries.pt. Permite comparar os preços e horários das diferentes companhias e é por lá que encontramos os melhores preços.

Esta página contém links afiliados. Ao efectuar as suas reservas através destes links recebemos com uma pequena comissão. Não pagará mais por isso e estará a ajudar o blogue Quilómetro Infinito a continuar a sua existência. Muito obrigado!

4 Replies to “Cáceres, Mérida, Trujillo e Guadalupe numa viagem de mota pela Extremadura, em Espanha.”

  1. Excelente roteiro.. decididamente vou “copia-lo” no próximo ano!! Conseguem dar uma estimativa de custo por pessoa para estes 3 dias.. .uma média aproximada claro.
    Parabéns pelo belíssimo trabalho que realizam.. continuação de boas curvas!!
    Grande abraço

    1. quilometroinfinito says: Responder

      Obrigado Carlos! Agora os preços estão muito inferiores nas estadias, pelo que com cerca de 350eur para 2 pessoas faz este roteiro. Boas curvas

      1. Obrigado!! Boas curvas

        1. quilometroinfinito says: Responder

          Boas curvas Carlos 💪😉

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this: